À mesa em Ibiza

Onde comer na badalada ilha espanhola? Chef de mãos cheias, a banqueteira Manoela Parente dá dicas de restaurantes para almoçar e jantar. Para anotar já e não deixar de ir na próxima temporada!
Amantebeachclub
Almoço
Amante Beach Club
: tomar sol com uma das vistas mais bonitas que já vi e depois subir para almoçar no restaurante (foto acima). A comida é muito boa – desde os aperitivos que servem nas espreguiçadeiras até os pratos. Comi o arroz negro com lula, maravilhoso. ‪Sol Den Serra, Calle Afueras SN.
Blue Marlin: reserve uma das cadeiras para tomar sol rodeado de gente bonita em um dos beach clubs (foto abaixo) mais animados de Ibiza. No cardápio, uma variedade de comida japonesa e sanduíches bem gostosos. Para beber vinho branco ou provar um dos drinques. Cala Jondal.
BlueMarlin
El Chiringuito: esse restaurante pé na areia fica na praia Es Cavallet, todo de madeira e telhado de palha, é superbadalado. Na praia logo em frente ao restaurante você pode reservar uma das camas, tomar drinque e depois almoçar nas mesas de dentro. As entradas são maravilhosas, salada caprese, tartar de atum, entre outras. De prato principal, peça o peixe assado em crosta de sal. ‪Playa Es Cavallet.
Jantar
Lío: um show à parte. Enquanto você come, bebe e conversa, um show estilo cabaret, com uma superprodução, acontece no palco com vista para a marina. Puerto Deportivo Marina Ibiza.
Cipriani: localizado em Downtown Ibiza, no Gran Hotel, esse restaurante do grupo Cipriani tem decoração que mistura o clássico com o moderno. Para comer, o famoso carpaccio e deliciosas massas. Beber? Bellini, é claro. Paseo Juan Carlos I, nr. 17.
pratocavalli
Cavalli Ibiza: o proprietário Roberto Cavalli está sempre circulando por Ibiza. O restaurante tem um ambiente delicioso e um jardim ao ar livre. No lounge, música e drinques. A cozinha é toscana. Peça a massa com verduras e mussarela de búfala cremosa (foto ao lado). De dar água na boca! Paseo Juan Carlos 1, 13.

Todo mês, Manoela Parente colabora com WHIZ com dicas de restaurantes nos quatro cantos do mundo.    

Trancoso no foco

trancoso Rio da Barra

Um dos destinos de praia mais cobiçados do Brasil, Trancoso, no sul da Bahia, vive a toda, mas mantém a atmosfera absoluta de paz. Na agenda de março, novidades nos domínios da Etnia Pousada & Boutique e o festival Música em Trancoso (MeT).

Casas by Etnia
Etnia casa fachada
Uma referência entre as pousadas de charme do pedaço, a Etnia Pousada & Boutique parte para uma nova empreitada: a de se transformar em “condo-hotel” (leia-se condomínio-hotel). Segundo seu proprietário, o engenheiro André Felippe Zanonato, a idéia surgiu a partir da demanda de seus hóspedes, que sempre o questionaram sobre adquirir uma das casas de sua propriedade. Zanonato concluiu a construção de duas casas em seus domínios próximos ao Quadrado – vendidas ou alugadas por temporada – e prepara as novas. Na decoração, o DNA Etnia, com um mix de objetos garimpados na região e no mundo.
Etnia casaEtnia Casa salaInquilinos ou proprietários contam com todos os serviços da hotelaria da Etnia, como o restaurante, housekeeping e concièrge. Segundo o engenheiro, este é só o início de um selo Etnia homes. Sucesso na certa.

Programe-se
De 7 a 14 de março, o festival Música em Trancoso (MeT) promete agitar o destino pelo quarto ano consecutivo. O evento já faz parte da agenda cultural do País e deverá reunir 10 mil espectadores, 40 solistas, maestros e dançarinos e duas orquestras – a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e a Orquestra Experimental de Repertório. Além da programação no colossal Teatro L’Occitane (foto), que fica dentro do condomínio Terravista, haverá apresentações gratuitas na Praça do Bosque.
Teatro LOccitaneTêm presença confirmada grandes nomes eruditos e populares, como a mezzo soprano búlgara Vesselina Kasarova, o vibrafonista californiano Joe Locke, o maestro Roberto Minczuk e o sambista Paulinho da Viola.

Direto de Nova York

The City BakeryNew York, quase março… “Tenho fé de que meu treinamento para pinguim está quase terminando! Esse ano, o frio chegou a 22oC negativos, confesso que não conhecia essa temperatura. Sendo assim, passei fevereiro em lugares aconchegantes, tomando chai, hot chocolate e sopinhas, assistindo a filmes, visitando museus”, conta a brasileira Lorena Ringoot. A concierge do hotel The Surrey revela as últimas da Big Apple.
IMG_1461

Hot spots
Chocolate quente: o lugar favorito para manter a temperatura e a moral é a City Bakery (foto abaixo), que fica na West 18th Street, entre 5th & 6th Avenidas. Todo dia tem um sabor novo de chocolate quente. Você pode escolher no tamanho de um expresso. Não esqueça de pedir um marshmallow gigante.
City Bakery Store
Sopa: a mais concorrida é servida no Via Quadronno na 73rd Street, entre a 5th & Madison Avenues. Eles servem dois tipos the minestrones: Minestra del Lavorante e Sferzata di Salute (pure). E o panini primavera com queijo de cabra e vegetais é top.

Restaurantes
Estou aguardando a abertura do novo ABC Home Grown, parceria do chef Jean-Georges com a ABC Carpet & Home, na 38 East 19th Street. Com comidinhas vegetarianas.
Little Park (foto abaixo) é uma nova opção saudável com inspiração global. Do mesmo dono do The Dutch, do Bar Prime e do Lafayette. Todos os restaurantes de Andrew Carmellini (antigo chef do Café Boulud) são de alta qualidade!
Little Park 1
Especial
The Orchid Show – Chandeliers: de 28/2 a 19/4 no New York Botanical Garden. Se você gosta de orquídeas não pode perder – são 20 minutos de trem de Manhattan. Boa dica de programa para fazer no sábado em família e depois visitar o Bronx Little Italy para uma boa pizza no Zero Otto Nove.

Arte & Cultura
The Armory Show: de 5 a 8/3, é sempre imperdível no Pier 92 & 94.
Björk: a exposição no MoMa abre 8/3 e fica em cartaz até 7/6. A retrospectiva do trabalho da cantora e compositora promete ser o show de arte do momento. Não esqueça de comprar seus tickets com antecedência.
Kehinde Wiley – A New Republicno Brooklyn Museum até 24/5, uma ótima razão para visitar o Brooklyn. Seu trabalho gráfico é lindo.
Fatal Attraction – Piotr Uklanski  Photographs: no Metropolitan Museum. De 17/3 a 14/6. Muito especial o trabalho (foto abaixo) do artista polonês baseado em Nova York.
Uklanski_DIGITAL_Poster
Na Broadway
Uma série de clássicos começando: An American in Paris; Doctor Zhivago; Finding Neverland; Gigi; The King and I e muito mais… A família toda vai encontrar um favorito.

Lorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

Aventura confortável

base das Torres del pAine

Lagos, geleiras, picos e montanhas compõem o cenário estonteante que tanto atrai viajantes ao Parque Nacional Torres del Paine, no extremo sul do Chile. Até abril (outono), o clima é perfeito para a visita. Na foto acima, base das Torres del Paine.
A viagem: voa-se para Santiago e faz-se conexão para Punta Arenas. Vale a pena dormir ao menos uma noite nesta cidadezinha literalmente no fim do mundo, na pontinha sul do Chile. Lá, a sugestão é hospedar-se no Hotel José Nogueira. Histórico, ocupa uma bela mansão erguida em 1890 e é bem localizado, no centro. Programa imperdível: fazer o passeio à Isla Magdalena, que abriga 60 mil famílias de pinguins. A empresa Comapa opera o tour diariamente (duas horas de barco de ida, duas de volta e uma hora na ilha). Além de caminhar pela ilha e chegar pertinho do pinguim-de-magalhães, aprende-se sobre a espécie e navega-se pelo lendário Estreito de Magalhães. Não se preocupe: é raro o barco balançar.
Isla Magdalena
De Punta Arenas, são quatro horas de carro até o Tierra Patagonia, com transfer próprio e lanchinhos saudáveis a bordo. Ideal é passar no hotel pelo menos três noites e na volta dormir em Santiago.
O hotel: camuflado na paisagem, diante do Lago Sarmiento, o maciço del Paine e as três torres que fazem a fama do parque, o Tierra Patagonia propõe formas deliciosas e confortáveis de viver intensamente a região. Já na chegada, um papo com a chefe dos guias para marcar os passeios dia a dia (divididos por grau de dificuldade e tempo de duração). Pequeno e totalmente sustentável, erguido em madeira, o Tierra tem só 40 quartos (todos com vista para o lago), serviço impecável e comida bem elaborada com produtos regionais, como o cordeiro patagônico e os peixes merluza e congrio. Ótimos vinhos chilenos para acompanhar. E o melhor: tudo está incluído na diária – desde os passeios até bebidas alcoólicas.
Tierra Patagonia fachada Tierra Patagonia spa

Os passeios: não perca um dos passeios que leva ao Glaciar Grey. Pode ser a navegação, para ver bem de pertinho a geleira. Ou a caminhada de nível médio até o Mirante Grey, com visão da geleira à distância, do alto. Também vale a pena o trekking de 19 quilômetros (ida e volta) à base das Torres del Paine. Caminhada bem puxada, com muita subida, mas totalmente compensadora. Para quem gosta de andar! Há outros muitos passeios de meio dia, um dia inteiro e cavalgadas.
Reserve, ainda, meio dia para aproveitar o hotel, ir ao spa e a piscina aquecida, fazer uma massagem e andar pelo terreno na frente do Tierra, ir até a praia e o lago, ver carneiros e guanacos (espécie selvagem da família das lhamas, comum na região). Lembrete: wifi no hotel é limitado às áreas sociais e não há televisão em lugar algum. Estar ali é mesmo para desconectar e curtir cada minuto “ao natural”.

IMG_6366

À mesa em São Paulo

Miya

Onde comer na capital paulista? Chef de mãos cheias, a banqueteira Manoela Parente (do Manu Parente Gastronomia) estreia no WHIZ suas dicas de restaurantes. Em São Paulo, selecionou quatro que estão na moda. Na foto acima, Miya.

Miya: neste restô de cozinha contemporânea, em Pinheiros, as paredes são descascadas com tijolo à mostra e o menu é baseado em comida ocidental com leve toque oriental. Uma delícia para ir a dois. Rua Fradique Coutinho, 47 Pinheiros, tel. (11) 2359-8760.
Tappo Trattoria: um bistrô italiano, bem pequeno e aconchegante, com massas maravilhosas. lagosta tappoQuando fomos, pedimos as massas ao vôngole e com lagosta (foto ao lado). As duas perfeitas! Vale a pena esperar por uma mesa. Rua da Consolação, 2967, tel. (11) 3063-4864.
Ema: da mesma proprietária do Marakuthai, o Ema tem decoração que faz jus ao nome. Vários quadros que retratam emas e cadeiras com emas pintadas compõem o ambiente. De entrada? Casquinha de siri com flocos de arroz ou lula a dore com maionese de limão. Uma melhor que a outra! Faça reserva. Rua da Consolação, 2902, tel. (11) 98232-7677.
Minato Izakaya: este japonês é superconcorrido em Pinheiros, afinal são poucos lugares em um balcão arredondado. tartar de atum minatoAmbiente bem despojado e o cardápio, escrito à mão, tem ótimas opções, como o tartar de atum com gema de ovo em cima (foto ao lado) e as folhas de acelga fritas com tartar de salmão e ovas. De dar água na boca! Rua dos Pinheiros, 1308, tel. (11) 3814-8065.

Todo mês, Manoela Parente colabora com WHIZ com dicas de restaurantes nos quatro cantos do mundo.    

 

 

Direto de Nova York

IMG_1458

Lorena Ringoot, chef concierge do elegante hotel Upper East Sider The Surrey, nos manda novas dicas direto da gelada Big Apple. “O frio chegou de vez este ano a Nova York. A cidade está toda branquinha e a garotada superfeliz”, conta. Na foto acima, crianças no Central Park.

Show e veggie
A melhores comidinhas são as que esquentam bem. Por isso, estive no Ippudo West Side – Ramen Noodle Bar depois de assistir ao novo show Off-Broadway Nevermore: The Imaginary Life and Mysterious Death of Edgar Allan Poe (dark mesmo, mas muito bem feito com cenários e figurinos impecáveis).
Aproveitei para aprender mais sobre os ramens (noodle japonês). O Ippudo West Side está situado na 51st Street entre 8 e 9 Avenidas, pertinho da Broadway. O ramen mais badalado, porém, é o Ivan Ramen, que mistura Ocidente e Oriente, na 25 Clinton Street, entre a Stanton e a Houston, no Lower East Side.
Restaurantes
A inauguração mais recente foi o Zuma New York. Se você ama o Nobu 57 acaba de ganhar uma nova opção. Zuma tem restaurantes em Londres, Hong Kong, Miami e outras cidades. Há lounge com DJ, Robata Grill, Sushi Bar e Sake Bar em dois ambientes. Adorei a opção no menu de drinques: cleansers (como o Green Yoga, que leva kiwi, menta, gengibre e maçã, para limpar, literalmente, o organismo). O Zuma fica na Madison, entre 38th e 39h Streets, perto da Grand Central Station. O espaço é charmoso e divertido.
SantinaO trendy do momento chama-se Santina (foto acima), do dono do Carbone e do Dirty French. Acabou de inaugurar, com menu italiano de frutos do mar, projeto por Renzo Piano e celebridades na área todos os dias. O restaurante fica embaixo do High Line Park, na 820 Washington Street com a Gansevoort.
Loja
E foi ali pertinho que eu visitei a loja de perfumes By Kilian www.bykilian.com. Os perfumes são únicos e os nomes ainda mais especiais. O meu favorito: Good Girl, Gone Bed. E o Light My Fire ficou na memória. 

Lorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

Tropical chic

ThompsonMiami8744Miami se renova na hotelaria com três propriedades incríveis recém-inauguradas na Collins Avenue, que preservam a vibe art déco e adicionam badalação e luxo contemporâneo na medida. Na foto acima, Thompson Miami Beach. Confira!

Thompson Miami Beach (foto abaixo): marca de sucesso no segmento de luxo cool, a Thompson Hotels chegou com tudo a Miami Beach. O hotel tem, entre seus highlights, a parceria com a renomada chef local Michelle Bernstein e o design de inspiração tropical. Para completar, um spa na cobertura, jardins exuberantes, duas piscinas e uma casa dos anos 1930, onde fica o bar.
ThompsonMiami8632
EDITION Miami (foto abaixo): o hotel da grife de propriedades badaladas e estilosas do hoteleiro Ian Schrager, em parceria com a Marriott International, já é hotspot certo em Miami Beach. Ocupa o antigo Hotel Seville e revela a atmosfera da Miami dos anos 1950 e 1960, com toques modernos – design da dupla canadense Yabu Pushelberg. O restaurante principal tem a cozinha latina de Jean-Georges Vongerichten e, no térreo, surpresa: nightclub, pista de boliche e rinque de patinação no gelo!
The Miami Beach EDITION Guest room
Shelborne Wyndham Grand South Beach (foto abaixo): mais uma supernovidade na paisagem de South Beach, o hotel tem o estilo dos anos 1950 (construção art déco) e elementos contemporâneos. Além da piscina histórica icônica, imperdível o restaurante Morimoto, do celebrado chef japonês Masaharu Morimoto.
140818_SHELBORNE_107288

Punta by the beach

La SusanaNeste verão no badalado balneário uruguaio, WHIZ visitou os novos hot spots à beira-mar: La Susana (foto acima), o beach club do grupo VIK Retreats na Playa Mansa, em Jose Ignacio, tem carta de drinques top (clericot delicioso!), ótima comida (experimente o ceviche do dia para começar; e o salmão na brasa como prato principal) e o DJ residente argentino Cesar Cesta no comando a partir das 18h. Bahia VIK (foto abaixo), vizinho, é o mais novo hotel VIK, exclusivíssimo, com 10 suítes e 11 bangalôs (2 a 4 quartos), além de arte por todo lado.
BahiaVik
Já na Playa Mansa de Punta del Este, o parador OVO Beach, parte do Conrad, é o lugar para ver o pôr-do-sol com o porto e a Isla Gorriti como pano de fundo, ao som de DJs internacionais.

Direto de Nova York

Rainbow Room

“O ano está quase terminando, mais ainda dá tempo de dizer obrigado para todas as pessoas presentes em nossas vidas”, diz Lorena Ringoot, a brasileira chef concierge premiadíssima do hotel The Surrey e superparceira do WHIZ. Em Nova York, as news não param! Na foto acima, Rainbow Room, endereço do brunch do momento.

Restaurantes
Red Farm: a festinha de fim do ano dos gerentes do The Surrey foi no Red Farm (foto abaixo), com uma versão nova chinesa americana. Os favoritos da turma são o steak e os dumplings com a carinha do Pac Man.
Red Farm Dining Room
Polo Bar: estou esperando inaugurar na 55th Street, entre Quinta e Sexta Avenidas, o novo restaurante do Ralph Lauren, que será inspirado no 21 Club, com comida tradicional de qualidade e a decoração impecável by RL.
Rainbow Room: o lugar para celebrar momentos especiais com toda a família é aqui, com brunch aos domingos do meio-dia as cinco da tarde. No Rockefeller Center, o private club tem meu querido amigo Marcelo como gerente. Ele sempre ajuda na reserva de mesas do brunch mais cotado do momento.

Arte, Shows & Cultura
Na Broadway…. muito drama na lista: Curious Incident of The Dog In The Night Time; Delicate Balance; Disgraced; The River; The Elephant Man. The Curious Case of The Dog in the Nightime 3
Muito talento e pouco tempo para assistir a tantas apresentações tão boas.

Elton John &His Band: no Barclay Center, tocando dia 31 de dezembro na melhor festa de ano-novo.
Egon Schiele – Portraits: na Neue Galerie, na Quinta Avenida com 86th Street, até 19/1, é imperdível. Depois, não deixe de dar uma paradinha no Café Sabarsky (foto abaixo), lá dentro, para uma torta de chocolate e um café.
Cafe Sabarsky 1
Lorena Ringoot
 é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

 

10 destinos para visitar em 2015

4 - Islandia - Strokkur

Para onde viajar no ano que vem? Especialista em apontar tendências no turismo top, a Teresa Perez Tours divulgou sua lista de destinos que prometem ser hotspots em 2015. Resultado das pesquisas dos consultores da operadora, que viajam o mundo em busca de novas experiências, a lista revela países como Coreia do Sul e Islândia (foto acima), e regiões como o Cáucaso. 

Seul, a Coreia do Sul contemporânea (foto abaixo): com uma combinação única de arranha-céus e templos budistas, Seul desponta como um dos grandes destinos urbanos da Ásia. Cosmopolita e jovem, essa capital oferece uma rica vida cultural, acompanhada de sua apimentada culinária de rua e ótimas compras. Entre as dicas, estão as casas de chá e lojas de Insadong e o Palácio de Changdeokgung. Hotéis? Park Hyatt, com moderna fachada de vidro e vista panorâmica da cidade, e Ritz-Carlton, que combina o tradicional e o contemporâneo com muito conforto.
10 - Seul
Naoshima, a ilha artsy do Japão: essa pequena ilha ao sul do Japão vem se destacando como destino artsy. Anualmente, recebe cerca de 400 mil visitantes em busca de suas exposições. São quatro museus e oito instalações ao ar livre de grandes artistas, incluindo obras de nomes como Yayoi Kusama (abaixo, foto da instalação Pumpkin), e a Benesse House – com hotel e museu projetado pelo consagrado arquiteto japonês Tadao Ando.
5 - Naoshima, Japao (2)
Índia, destinos zen: aqui, a busca pelos ensinamentos da ayurveda e da ioga ganha cada vez mais admiradores. O Rajastão se destaca como o berço de antigas filosofias indianas e reúne refúgios maravilhosos como o resort Amanbagh. Em Jaipur, está o Parque Nacional de Ranthambore – e sua extensa população de tigres -, onde fica o hotel Aman-i-Khás, com dez exclusivas tendas. Já o Taj Lake Palace, em Udaipur, fica em uma ilha privada em meio ao lago Pichola e oferece um spa incrível. No Himalaia, o Ananda atrai as atenções, com seu menu de mais de 80 tratamentos.
Egito, uma nova realidade: após o período instável no cenário político e social, o país volta aos holofotes do turismo mundial. Imagine um roteiro que fascina pelo legado dos faraós e também por belas praias. Um cruzeiro pelo Rio Nilo revela templos surpreendentes e vales verdejantes. Para completar, a cidade costeira de Sharm El Sheik é um verdadeiro oásis banhado pelo Mar Vermelho.
Botswana, safári na água: selvagem e muito bem preservado, o país africano é o paraíso dos safáris – sempre ao amanhecer e ao anoitecer. O destaque são os trajetos de canoa, que permitem ver de perto a diversidade de ecossistemas e a incrível concentração de animais, especialmente hipopótamos.
13 - Botswana (2)
Cáucaso, natureza, religião e modernidade (foto abaixo): ponto de encontro entre a Ásia Ocidental e a Europa Oriental, o Cáucaso é uma região que vem se consolidando no turismo. O roteiro passa pelo Azerbaijão, a Armênia e Geórgia e inclui o Mar Cáspio e as Grandes Montanhas do Cáucaso do norte. Entre as belas paisagens, descubra cidades que misturam a arquitetura contemporânea e soviética, palácios medievais, templos e mosteiros do século 10, classificados como Patrimônio Mundial pela Unesco.
16 - Caucaso
Islândia, além das expectativas: a Islândia já se firmou como destino imperdível na Escandinávia. Misture paisagens intocadas, com cachoeiras, gêiseres e vulcões, à cena cultural jovem e interessante de sua capital, Reykjavík. Não podem faltar no roteiro a praia de areia vulcânica Reynisfjara (com suas cavernas de basalto) e o gêiser Strokkur, que jorra águas a até 30 metros de altura. E a viagem inclui a observação de baleias e golfinhos e um passeio de quadriciclo pelas formações rochosas.
Rússia, aberta para os visitantes: com cada vez mais infra-estrutura para os visitantes, a Rússia oferece novos hotéis de luxuosos grupos como o Four Seasons, que inaugurou recentemente o Four Seasons Hotel Lion Palace St. Petersburg e o Four Seasons Hotel Moscow (na foto abaixo, St. Basil, Moscou). Quem escolhe conhecer as duas metrópoles encontra a nobreza dos belos monumentos e a arte do balé e da ópera, além de registros históricos da revolução que mudou o cenário político mundial no século 20.
7 - Russia - Moscow - St. Basil
Havaí, os encantos de Maui: a segunda maior ilha do Havaí, Maui (foto abaixo) guarda muitas surpresas. A começar pela natureza marcante, a visita constante das baleias e algumas das melhores áreas do mundo para a prática de snorkelling. Para completar, pedalada no vulcão Haleakala, passeio de carro pela sinuosa estrada de Hana, trilhas em praias de areia negra, piquenique em campos de lavanda e, ainda, luau com pratos típicos.
20 - Havai, Estados Unidos
Amazônia brasileira – aventura com conforto: rios, matas, terrenos alagados, planícies e planaltos, pântanos e manguezais. A experiência se completa com o conforto de um hotel na selva. Como o Anavilhanas Jungle Lodge, às margens do Rio Negro, e com gastronomia que mistura receitas amazônicas, brasileiras e internacionais. Já o Cristalino Lodge fica em uma reserva particular à beira do rio que lhe dá o nome e hospeda em confortáveis bangalôs.