Férias no Atacama

IMG_7648_2_1024Deserto vivo. Muito mais que areias, o Atacama, no norte do Chile, surpreende com seus vulcões, salares, piscinas naturais quentinhas, gêiseres, dunas e formações geológicas que lembram outros planetas. Viajar com a família para conhecer tudo isso terá sabor de aventura e será inesquecível. Na foto acima, Salar de Atacama.
Primeira dica: escolher um hotel em San Pedro de Atacama que tenha conforto e esquema de passeios com guias bem preparados. Essa cidadezinha é a base para as principais atrações e fica em um oásis a 2.400 metros de altitude e 100 quilômetros do aeroporto de Calama, onde se desembarca. Não se preocupe com a altitude: os hotéis têm o cuidado de sugerir a aclimatação, ou seja, programas nos primeiros dias a lugares que estejam na mesma altitude de San Pedro, para deixar que o corpo se acostume, e posteriormente, a pontos mais elevados da região, como as Termas de Puritama (3.500 m) e os Gêiseres del Tatio (a 4.200 m). Se estiver com crianças pequenas, o ideal será escolher passeios de meio dia (e checar antes com os guias se os kids aguentam os percursos ou se será preciso adaptar), para voltar ao hotel e almoçar e descansar antes do próximo. Abaixo, caminhada no Vale da Lua.
IMG_4388_1024
Top 5 passeios family friendly

Vale da Lua: caminhada para observar as formações com sal.
Vale da Morte: caminhada e descida de dunas, com emoção (foto abaixo).
IMG_4288_1024
Termas de Puritama: caminhada e imersão em águas quentinhas. Também se pode optar por ir direto de van.
IMG_7746_1024
Salar de Atacama: passeio de van, com contemplação no pôr-do-sol. Observação de flamingos cor-de-rosa na Laguna Chaxa. No caminho, parada no pueblo de Toconao, para ver como vivem as famílias locais, baseadas no artesanato com lã de ovelha e lhama e na agricultura. Algumas têm lhamas no quintal da casa, para alegria dos pequenos, que podem alimentá-las.
Cavalgada para a Cordilheira do Sal: programa de duas horas, com visual maravilhoso do deserto e das montanhas. Outro ótimo passeio a cavalo é por San Pedro e os ayllus (comunidades) locais.
IMG_7874_1024
Piscina e mercado: entre um passeio e outro, será delicioso ficar na beira da piscina no hotel (no inverno, porém, é frio para entrar), simplesmente admirar a paisagem, com os vulcões (Colorado, Saire Cabur, Puriques, Láscar e Licancabur, o mais imponente, com quase 6 mil m) majestosos emoldurando o cenário, ou dar uma volta na cidade. San Pedro abriga uma igrejinha e o Museu Arqueológico R. P. Gustavo Le Paige, com 3 mil peças, entre tumbas e objetos domésticos, que desvendam um passado de 11 mil anos.
IMG_7430_1024
Há também o mercado de artesanato, com lembranças de lhamas em miniatura, tapetes e outros itens com lã de ovelha, lhama e vicunha, e diversas lojinhas, incluindo uma pequena loja da North Face, para quem esqueceu alguma coisa.

Como chegar
Voo para Calama com conexão em Santiago (2h de duração a partir da capital chilena). Ideal será chegar para o almoço em San Pedro e, portanto, dormir uma noite na capital do Chile na ida. De Calama, são 100 quilômetros até o vilarejo (traslado providenciado pelos hotéis e incluído no pacote).
Onde ficar
IMG_7768_2_1024

Hotel explora (foto acima): pioneiro no Atacama, tem conforto na dose certa, serviço impecável e guias extremamente bem preparados que sabem tudo sobre geologia, a geografia local, flora, fauna, etc. À mesa, receitas típicas e pratos elaborados com ingredientes locais. IMG_7537_2_1024Tudo está incluído na diária, até os vinhos, e o clima é de fazenda, com cocheira e cavalos próprios. Para os pequenos turistas, a equipe da cozinha sugere opções de prato. Na chegada, uma palestra informal dará uma ideia do que esperar neste deserto. Toda tarde, a escolha dos passeios para o dia seguinte – a pé, de bike ou a cavalo. À noite, vale a pena marcar a visita ao observatório, onde, com um telescópio, a família poderá ver as estrelas e os planetas e aprender sobre o universo.
Tierra Atacama: outra ótima opção, nos mesmos moldes (com tudo incluído na diária, até passeios e bebidas).
IMG_7891Criado pela família Purcell, a mesma da estação de esqui Portillo, o hotel boutique tem arquitetura contemporânea e atmosfera cool. Um charmoso spa inclui piscina interna aquecida para o relax depois das atividades. IMG_7952_1024Da piscina externa, visual maravilhoso para os vulcões. O Tierra também tem ótimos guias que te levam com conforto para os passeios (a pé, de bike ou a cavalo, escolhidos na chegada) e menu kids. Em período de lua cheia, vale a pena fazer a caminhada noturna no Vale da Lua ou Vale da Morte.
Na mala: importante se vestir em camadas e levar roupas adequadas para as crianças. Não podem faltar luvas, gorro, fleece, underwear térmico, calça de trekking, tênis de trekking e casaco esportivo. Em São Paulo, a Decathlon é uma boa opção para o shopping pré-viagem. Santiago também tem boas lojas de esportes nos principais shoppings, como o Parque Arauco e o Costanera Center.

Direto de Nova York

Fata Morgana NYCJunho em Nova York… “O verão chegou, mas o sol ainda não apareceu por completo. Por aqui somos todos carentes de luz solar, vitamina D e um lugar ao sol.” Lorena Ringoot, chef concierge do elegante hotel The Surrey, dá as dicas desta temporada na Big Apple. Na foto acima, instalação da nova-iorquina Teresita Fernández no Madison Square Park.

O que fazer?
Ir para o Central Park, fugir aos Hamptons ou pegar um ferry para Sandy Hook. Outra opção é aproveitar a tranquilidade da cidade nos fins de semana, confira a programação.
Arte no parque
: Teresita Fernández no Madison Square Park, apresentando Fata Morgana – uma grande instalação ao ar livre da artista nova-iorquina. Na 23rd Street com Quinta Avenida, em frente ao Eataly.
Woman In Gold: vale a pena assistir ao filme A DWoman in Gold - Adele  Bloch-Bauerama Dourada, com Helen Mirren (estreia no Brasil em 13/8), e depois visitar a Neue Gallery para ver a pintura original do retrato de Adele Bloch-Bauer (reprodução ao lado). Até 7/9 na Neue Gallery, Quinta Avenida com 86th Street.
Frida Kahlo – Art, Garden, Life: uma fantástica viagem cultural, com arte, vida, plantas e história mexicanas no New York Botanical Garden, no Bronx. Para completar, um food truck só de tacos chamado Casa Azul. Ótimo programa com a família num domingo ensolarado. Até 1/11.
Flaming June at The Frick Collection: pela primeira vez a obra-prima de Sir FredeFlaming June 1895ric Leighton está em exibição em Nova York. O quadro (reprodução ao lado) foi emprestado pelo Museo de Arte de Ponce de Puerto Rico. Prepare-se para enfrentar a fila! Até 6/9, no 1 East 70th Street com Quinta Avenida.

Restaurantes
Untitled
: dentro do Whitney Museum, com o chef Mike Anthony, do Gramercy Park. Opção perfeita para almoço ou jantar cedo. Fica no 99 Gansevoort Street, Meatpacking, tel. +1-212 677-9477.
American Cut: steakhouse moderna (foto abaixo) em Tribeca, com a assinatura do chef Marc Forgione, ex-BLT Prime. 363 Greenwich Street, tel. +1-212 226-4736.
American Cut
Burger and Lobster: para comer um hamburger ou uma lagosta (foto abaixo) em um ambiente bem descontraído. O restô veio de Londres e já está fazendo sucesso.Não aceita reservas, mas não se preocupe – tem capacidade para 350 pessoas! 39 West 19th Street, entre Quinta e Sexta Avenidas, tel. +1-646 833-7532. Burger & Lobster NYC
Sessanta: novo italiano no espaço do meu amado Kittchai Thai restaurant. No Sixty Thompson Hotel, na 60 Thompson Street, SoHo, tel. +1-212 219-8119.
Berlyn: alemão supercool (foto abaixo), com comidinhas fantásticas e drinques perfeitos. O restaurante fica em frente do BAM Brooklyn Academic of Music, no 25 Lafayette Avenue, Brooklyn, tel. +1-718 222-5800.
BerlynLorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

À mesa em São Paulo

Eataly Sao Paulo2

Quais são os restaurantes que estão na moda na cidade? Banqueira e chef de mãos cheias, Manoela Parente faz uma seleção de novos endereços gourmets e spots badalados na capital paulista.

Eataly: o mercado gourmet italiano finalmente chega à América Latina, e o que é melhor, a São Paulo (foto acima). Fui visitar em um domingo, finalmente livre de filas. Nos moldes do Eataly lá fora (há um total de 29 lojas no mundo!), aqui há restaurantes para todos os gostos. Como eu estava em um mood light, comi no restaurante de saladas e peixe cru. Boa pedida o salmão cru fatiado. Para acompanhar, peça uma taça de um dos vinhos da casa, ótimos. Na saída, passei pela sorveteria italiana Venchi e escolhi um mix de sorvete de frutas. O empório tem muitas opções, algumas que só encontradas lá, achei o preço um pouco salgado, mas vale o passeio. Avenida Presidente Juscelino Kubitschek 1489, tel. (11) 3279-3300.
Nakka: no momento este é o meu restaurante japonês preferido na cidade.
Os sushis, sashimis e entradas são excelentes e, para o padrão do restaurante, o preço não chega a ser tão alto se comparado a alguns de seus concorrentes na redondeza. De entrada, sugiro o carpaccio de salmão trufado, depois o baterá de salmão e atum, os sushis massaricados, o djo com ovo de codorna trufado e o sushi de Kobe beef (foto abaixo). Maravilhosos! Rua Pedroso Alvarenga 890, tel. (11) 2594-2577. prato Nakka
Side: endereço que está super in, o Side é um restaurante e bar ideal para comer, beber e ver gente bonita. A lateral da casa dá para uma vila supercharmosa no Itaim e a decoração moderna e ao mesmo tempo retrô chama a atenção. A cozinha é contemporânea, comandada pelo chef Thiago Maeda, que trabalhou três anos com Alex Atala. Os drinques são ponto alto da casa, de autoria da bartender Talita Simões. Rua Tabapuã 830, tel. (11) 3168-0311.
Bossa: nova casa de Renato Ratier, o proprietário da nightclub D.Edge, o Bossa foi concebido e para ser um espaço multifunctional, misto de bar, restaurante e estúdio de produção musical, que funciona por 24 horas.
Bossa restauranteOu seja, você pode ir para o café da manhã, almoço, jantar, drinque ou na madrugada. A arquitetura modernista, assinada por Marcelo Rosenbaum e Muti Randolph, impressiona. Fui para jantar. No menu variado da cozinha criativa, deliciosos os espetinhos (provei o de mini lula ao molho de salsa verde). De prato principal, polvo grelhado, com creme de batata, vegetais tostados, vinagre balsâmico envelhecido e castanha do Pará. De dar água na boca! Alameda Lorena, 2008, tel. (11) 3064-4757.

Manoela Parente colabora com WHIZ com dicas de restaurantes nos quatro cantos do mundo.

O paraíso de Marlon Brando

P1140729Onde ir em julho? Polinésia Francesa. É esta a melhor época para visitar as ilhas estonteantes no Pacífico, que especialmente agora têm clima perfeito. Famílias adoram este paraíso famoso entre honeymooners. O mais novo resort do destino fica no atol particular de Tetiaroa, formado por 12 ilhotas paradisíacas e uma lagoa de tirar o fôlego. Bem-vindo a The Brando. Seu nome, homenagem ao ator Marlon Brando, que se apaixonou pelo lugar e o polynesian way of life durante as filmagens de Mutiny on Bounty (O Grande Motim) e em 1967 comprou Tetiaroa. Fruto de uma parceria entre seus herdeiros e Richard Bailey, amigo de Brando e presidente da Pacific Beachcomber, a propriedade traduz o sonho de paraíso sustentável em linha com a visão do ator. Na foto abaixo, o spa.
BRANDO_Spa-Farenanu
A chegada é de aviãozinho próprio do resort a partir do Aeroporto Internacional de Faa’a, em Papeete, em 20 minutos de voo panorâmico. São 35 villas (de um a três quartos), todas inspiradas nas tradições polinésias, com materiais nativos, piscina e área de praia exclusivas.
13-08-TET-0112A cozinha é assinada por Guy Martin, do restaurante duas estrelas Michelin Le Grand Véfour, em Paris. Mais destaques? Há um jardim orgânico, um spa maravilhoso situado em um motu (ilhota), biblioteca, piscina de borda infinita e uma estação de pesquisas dedicada à preservação das espécies de Tetiaroa. Entre os passeios, de mergulho a observação de estrelas com um naturalista. E o resort tem um club só para as crianças.
P1140914

EDITION chega a Nova York

New York EDITIONAcaba de abrir as portas em Nova York o hotel EDITION, mais nova propriedade da coleção do hotelier Ian Schrager (o mesmo que criou o Delano de Miami Beach). Cada hotel desta lifestyle brand – Istambul, Londres e Miami – é uma surpresa. O que esperar deste? Vista estonteantes e o estilo cool, é claro. Situado na 24th Street com a Madison Avenue, perto do Madison Square Park, o hotel ocupa a antiga sede do The Metropolitan Life Insurance Company, uma construção erguida em 1909, de 41 andares e com um relógio emblemático. São 273 quartos e suítes que têm a atmosfera de uma residência particular, há um spa incrível no piso 39, uma biblioteca perfeita  para relaxar e tomar drinques e um restaurante no segundo andar sob o comando do jovem chef britânico Jason Atherton, estrelado no Michelin. O New York EDITION foi inspirado nos private clubs do século 20, com madeira escura, cores neutras e um mix do novo e do antigo. Por enquanto, só foi divulgada a foto da torre histórica (acima).

Direto de Nova York

WhitneyMaio na Big Apple… “Céu azul do jeito que a gente gosta, mas ainda estou usando luvas. Inacreditável! Maio chegou e a vontade de sair, respirar e passear pela cidade é enorme. Estamos prontos para muitos dias al fresco.” Nossa colaboradora Lorena Ringoot, chef concierge do elegante hotel The Surrey, dá as dicas do imperdível este mês em Nova York. Na foto acima, nova sede do Whitney Museum, por Renzo Piano.

Passeios
One World Observatory: a melhor vista da cidade está inaugurando esse mês no topo do One World Trade Center (285 Fulton Street). Ingressos estão à venda desde 8/4. A inauguração para o público será em 29/5. A US$ 32 adulto/US$ 54 VIP.
Art of The Italian Two Wheel: programa muito especial para fazer o marido feliz. Uma exposição de 26 Ducatis raras (foto abaixo). Fica na 285 Madison com a 40th Street. Até 18/7.
Ducati Green
Gourmet
Baccarat Bar
: opção elegante para um drinque antes de um show, depois de uma reunião ou numa ocasião especial, o Baccarat Bar (foto abaixo) fica na 53rd Street, entre Quinta e Sexta Avenidas, em frente do MoMa, e dentro do novíssimo Baccarat Hotel. Os copos são um mix and match de toda a linha Baccarat.
Baccarat
Lupulo: o lugar para comer risólis de camarão e bolinhos de bacalhau, com uma cerveja portuguesa bem gelada. O novo restaurante (foto abaixo) do meu amigo George Mendes (dono do Aldea) acabou de abrir (835 Avenue of The Americas com a 29th Street) e já está super badalado.
Lupulo
Musket Room: comida da Nova Zelândia com charme, elegância e criatividade (foto abaixo). Fica na 265 Elizabeth Street, entre a Prince and Houston Streets.  The-Musket-Room-NYC

Arte
A inauguração da nova sede do Whitney Museum, com design do italiano Renzo Piano, é o grande evento no mundo cultural. E não deixe de ir à Frieze Art Fair, meu evento favorito na cidade, dias 14 a 17/5. Programa para o dia todo. Pegue o water taxi para chegar ao Randall’s Island Park.

Lorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

À mesa em Miami

5 - IMG_8775

Onde comer em Miami? Chef de mãos cheias, a banqueteira Manoela Parente provou – e indica – 5 restaurantes na cidade da Flórida. Na foto acima, Cecconi’s.

Bâoli: ideal para quem quer jantar e tomar drinques em um restaurante super animado e jovem. Tem dois ambientes, um ao ar livre e um interno, onde a música costuma ser alta. No menu, há desde comida japonesa até um steak maravilhoso. ‪1906 Collins Avenue, Miami Beach.
Juvia: o ponto alto do Juvia (foto abaixo) é a vista para Miami Beach, surpreendente! Um lugar badalado e delicioso para jantar e tomar drinques com os amigos, ao som de DJs. 1111 Lincoln Road, Elevator lobby in corner of Lenox and Lincoln, Miami Beach.
Juvia
Cecconi’s: italiano delicioso! Seja para almoçar no jardim em um dia de sol ou ir à noite, quando o restaurante fica com todas as árvores iluminadas. 11 - IMG_8784
De entrada, peça o steak tartar, delicioso, e como prato principal, adorei a massa com frutos do mar (foto ao lado). Soho Beach House, 4385 Collins Ave, Miami Beach.
Seaspice: um restaurante ultrabadalado, com ambiente animado e vista para o Miami River. Pode-se chegar de carro ou de barco. Vale a visita! 422 NW North River Dr.
Zuma: não é preciso dizer muito deste japonês que faz fama pelo mundo. O lugar é lindo, animado, e adoro a decoração do bar, supermoderno. Para começar, tartar de salmão e atum de dar água na boca. Epic Hotel, 270 Biscayne Blvd Way.

Todo mês, Manoela Parente colabora com WHIZ com dicas de restaurantes nos quatro cantos do mundo.

Unique Lodges of the World

sayari-serengeti-lodge-guest-2-crop.adapt.945.1Quem está em busca de refúgios incríveis não pode deixar de conferir a coleção recém-lançada pela National Geographic Society. Unique Lodges of the World reúne 24 lodges no mundo que privilegiam práticas sustentáveis e excelência em hospedagem e convidam a experiências autênticas, em sintonia com a cultura e natureza do lugar. Acomodações confortáveis, cozinha gourmet, design e sustentabilidade são a marca desses hotéis. Entre eles, Sayara Camp (foto acima), no Serengeti National Park, na Tanzânia (África). WHIZ mostra aqui um em cada continente, mas vale ver a lista completa.
Three Camel Lodge, em Gobi, Mongólia (Ásia)
three-camel-lodge-exterior-03.adapt.945.1
Longitude 131, Austrália (Oceania)
longitude-luxury-tent-exterior-individual.adapt.945.1
Lapa Rios Ecolodge, Osa Peninsula, Costa Rica (América Central)
Lapa rios Costa Rica
Kapari National Resort, em Santorini, Grécia (Europa)
slider
Inkaterra Machu Picchu Pueblo Hotel, Peru (América do Sul)
itmp-rooms-villa-inkaterra-0091
Fogo Island Inn, Canadá (América do Norte)
fogo-long-studio.adapt.945.1
Pelo site da coleção, além de saber o motivo pelo qual o lodge é considerado único, você confere destaques da estadia em cada um deles e pode fazer a reserva online.

Direto de Nova York

Sakura Matsuri in Brooklyn

“Abril chegou e os new yorkers aguardam ansiosamente a primavera. Estamos precisando de raios de sol para andar de bicicleta, descobrir novas ruas e celebrar a vida com os amigos. E ver flores e novas cores.” Lorena Ringoot, chef concierge do elegante hotel The Surrey, nos manda dicas quentinhas do mês em Nova York. Na foto acima, Sakura Matsuri, no fim de abril no Brooklyn Botanic Garden.

Gourmet
Upland (foto abaixo): a nova brasserie americana do momento, no 345 Park Avenue com 26 Street.
Upland 2

Le District: no Brookfield Place (Battery Park City), é o novo espaço gourmet da cidade, tipo mercado, como o Eataly. Este, porém, especializado em comida francesa. Há uma loja da La Cure Gourmande, com calissons, madeleines e nougats de dar água na boca, um bar de vinhos, uma Brasserie Beaubourg, Le Bar e muito mais. Na mesma área será inaugurado L’Atelier de Joel Robuchon, sob o comando de Patrick Gioannini (ex-Mandarin Oriental/Jean George’s).
Cafe Clover (foto abaixo): novo point em Downtown, na 10 Downing Street, top em orgânicos e drinques saudáveis.

Cafe-Clover-3

Flores
New York Botanical Garden: todo ano, uma exposição fantástica com orquídeas, chamada de Chandeliers, até 19/4.
No Central Park, tem um jardim quase secreto – o Conservatory Gardens, que fica na Quinta Avenida com 105th Street. Tulipas em abril e maio.
Mark MorrisSakura Matsuri: em 25 e 26/4 no Brooklyn Botanic Garden. Vale a pena ir para ver o cherry blossom, celebrando a cultura japonesa. Um bom motivo para ir ao Brooklyn. E já que estamos na região, não deixe de assistir a uma apresentação do Mark Morris Dance Group (foto acima), 22 a 26/4, especialmente Spring, Spring, Spring, baseado na Sagração da Primavera de Ígor Stravinsky.

Broadway
Falando em shows, o hit do momento: Hand to God.

Maio preview…não perca
Bike
: TD Five Boro Bike Tour, para quem gosta de bicicleta, em 3/5.
Frieze New York: de 14 a 17/5, é a primavera no mundo das artes, apresentando mais de 200 galerias com 1000 artistas. Vá de Water Taxi para Randall’s Island e aproveite a natureza.

Lorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

Único, Singular!

pool The Singular Santiago

Dica de hotel boutique em Santiago, Chile, para quem planeja as férias nos Andes. Novíssimo no coração da cidade, no bairro histórico de Lastarria, The Singular é charmoso e bacana, com décor que reverencia a elegância do neoclássico francês com um twist contemporâneo. Acima, piscina no rooftop.
TheSingular room
São só 62 quartos com tudo de mais moderno em tecnologia e o serviço é impecável. Repare nos amenities de banho deliciosos e exclusivos à base de essências de flores e frutas. O restaurante, no primeiro piso, tem um pátio superagradável e o rooftop bar (foto abaixo) e lounge é o lugar para drinques no pôr-do-sol com visual para Santiago. Pertinho do hotel, há uma praça repleta de restaurantes charmosos. Na região também estão três museus: o Nacional de Belas Artes, o de Arte Contemporânea e o de Artes Visuais.
Rooftopbar The Singular Santiago
Próximo destino: The Singular dá nome a outro hotel incrível. The Singular Patagonia, perto de Puerto Natales e do Parque Nacional Torres del Paine, ocupa um antigo frigorífico.