Tudo sobre Inhotim

Enfim, Inhotim. O centro de arte contemporânea em Brumadinho, interior de Minas Gerais, a 60 quilômetros de Belo Horizonte, é mesmo tudo aquilo que ouvimos falar. O acervo abrange instalações a céu aberto, galerias e pavilhões de arquitetura notável, somando 500 obras de 97 artistas de 30 nacionalidades. Chris Burden, Cildo Meireles, Tunga, Hélio Oiticica, Yayoi Kusama, Doug Aitken, Adriana Varejão… Tudo em meio ao Jardim Botânico inspirado nas ideias de Roberto Burle Marx, um oásis de mais de 4.500 espécies nativas e exóticas, cinco lagos ornamentais e a maior coleção de palmeiras do mundo. Bernardo Paz, empresário bem-sucedido do setor de mineração, foi quem idealizou esse paraíso cultural em meados da década de 80. De sua fazenda, criou-se a instituição, com abertura ao público em 2006 e 100 hectares.

Visita:
já na entrada, há uma amostra da infra-estrutura impecável. Funcionários para dar informações (todos da região), duas lojinhas (uma focada em jardinagem) e banheiros limpíssimos. Ingresso a R$ 28 por pessoa (inteira, nos fins de semana e feriados); terça, gratuito; quarta e quinta a R$ 20. Fecha segunda.

Mapa na mão, dá para programar a vista em um dia e meio. Fim de semana, se quiser. Claro que há muito para ver, mas é possível visitar tudo. A dica é fazer as rotas com carrinhos elétricos (acesso a R$ 15 por pessoa) no primeiro dia e, no segundo, as obras e galerias mais próximas da entrada. Para obter explicações detalhadas, pode-se contratar um guia (R$ 250 por duas horas) ou se juntar às visitas gratuitas (é só se informar dos horários na recepção), embora por todo canto há os funcionários que lhe explicam sobre a obra. Ou seja, dá para visitar sozinho.
Guarda-chuvas estão disponíveis pelo parque, assim como lixeiras (que parecem obras de arte!), banheiros e lanchonetes vendendo desde sorvetes a café expresso. E os bancos esculturais (foto) de Hugo França, atração à parte para relaxar e, simplesmente, admirar a paisagem linda de morrer.

Almoço? Tamboril
, bufê delicioso (R$ 55 por pessoa mais R$ 12 sobremesa), com um pouco de tudo – entre saladas, quiches, peixes, carnes e massas. Preste atenção, Bernardo Paz está sempre lá.  O outro restaurante, Oiticica, é por quilo e também de ótima qualidade. Deixe para o segundo dia. Mas se não der tempo, um hot dog ou uma pizza vão cair muito bem. Basta ver no mapa onde encontrar.
Crianças: pensou em levá-las? Vale a pena. Elas vão se divertir com a maioria das obras e os pequenos de até 5 anos não pagam entrada nem o transporte interno ou bufê nos restaurantes. Aos menorzinhos, de até 2 anos, há carrinhos disponíveis. Mas atenção às regras de “não tocar” nas salas e muitas das obras ao ar livre.

Yayoi Kusama

Obras imperdíveis
 – Galeria Adriana Varejão (espelho d’água)
– Valeska Soares (caixa de música)
– Doug Aitken (som da Terra)
– Chris Burden (escultura Beam Drop)
– Marilah Dandot (cerâmicas e mudas de plantas)
– Jorge Macchi (piscina com o alfabeto – crianças podem se molhar!)
– Galeria Cildo Meirelles (três salas, incrível obra Através, pisando em vidros, e a sala vermelha)
– Galeria True Rouge (Tunga) e todas as outras obras do artista no parque
– Matthew Barney (pavilhão com trator)
– Yayoi Kusama (bolas)
– Galeria Cosmococa (crianças adoram!)
– Galpão Cardiff & Miller (Murder of the Crows, uma viagem)
– Olafur Eliasson (obra que se baseia nos princípios do caleidoscópio e o pavilhão da bola com fonte)
– Edgard de Souza (esculturas)
– Helio Oiticica (obra Penetrável Magic Square # 5, De Luxe)
– Galeria Praça (Ernesto Neto, Janine Antoni e outros…)

Hélio Oiticica

Como chegar? Voe para Belo Horizonte e alugue um carro. Se preferir o conforto de um motorista (van no caso de grupo), a pousada/hotel providencia.
Onde dormir? Belo Horizonte ou Brumadinho? Muitos visitantes preferem ficar na capital mineira, mas há a questão do trânsito para entrar e sair da cidade. Dependendo da hora, será inevitável.

A melhor pousada da região de Brumadinho é a Estalagem do Mirante, que fica a 40 km de Inhotim por uma estrada sinuosa (trajeto feito em uma hora). Tem charme, clima de montanha e já introduz o visitante na atmosfera bucólica. Opte pelos chalés Master, que têm jacuzzi (pacote de sexta a domingo em julho a R$ 1.200 em Master; tarifas mais baratas durante a semana). Um aviso: o terreno é de declive e alguns chalés ficam longe. Você terá de enfrentar uma ladeira para ir-e-voltar. Sapatos confortáveis resolvem! A cozinha é boa, o café da manhã farto e a vista deslumbrante. Macaquinhos na janela da sala de café…

Expansão: em meados do ano que vem, Inhotim já deverá ter seu primeiro hotel, parte dos planos ambiciosos de Bernardo Paz, que incluem mais pavilhões, pousadas e restaurantes. Já em setembro de 2012 estão previstas galerias permanentes ao ar livre de Tunga, Lygia Pape e Cristina Iglesias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s