Next stop? Riviera Maya

3 - IMG_0906

Um paraíso que combina praias de areias brancas, o Mar do Caribe que parece uma piscina, em vários tons de turquesa, grutas, lagoas e vestígios da civilização maia. Para completar, muitos ceviches e a simpatia do mexicano, sempre com um sorriso no rosto. Adorei descobrir um pouco da Riviera Maya, um pedaço de costa que fica a cerca de meia hora de Cancún e abrange 120 km no Estado de Quintana Roo, no México. Tanto atrativo natural resultou, claro, em bastante atividade turística: são mais de 400 hotéis e resorts ao longo desse litoral e alguns refúgios bem especiais.
Quando ir? No Réveillon, é hotspot. Ou então, fevereiro a maio, época mais seca.

Onde dormir
1 - IMG_0587
Banyan Tree Mayakoba
: um oásis tropical com ares orientais. Parte do prestigiado grupo asiático Banyan Tree Hotels & Resorts, famoso por seus spas, o resort reúne villas imersas no mangue, com piscina individual e charmosas bicicletas com cestinha à disposição. Na chegada, as boas-vindas são com um copinho de suco verde refrescante elaborado com chaya (verdura local) e uma pulseira feita com flor natural e sementes. O transporte pela propriedade é em carrinho elétrico ou a sua bike. Vale ir à praia, de areia branquinha e mar sereno, e fazer o passeio de barco pelos canais e mangues do hotel (foto abaixo). Vi tartarugas e muitas espécies de aves.
5 - IMG_0741O Banyan abriga o campo de golfe El Camaleon, projetado por Greg Norman, e está no complexo Mayakoba, repleto de ruazinhas envoltas pelo verde nativo que levam a mais dois hotéis exclusivos – Fairmont e Rosewood. Entre os restaurantes, experimente o Saffron, de cozinha thai contemporânea. No hotel, à noite no quarto (foto abaixo), uma flor sobre a cama e luz de velas. No check-out, um regalo para lembrá-lo de retornar – uma pequena tartaruga de madeira dentro de uma cestinha – artesanato local.
2 - IMG_0591

Hotel Esencia: talk of the town, entre a agitada Playa del Carmen e Tulum, o hotel é pequeno e exclusivo e se destaca entre os resorts gigantes no cenário. Despojado e roots, foi instalado na casa original de uma duquesa italiana, convertida em hotel em 2005 e recentemente adquirido pelo empresário americano Kevin Wendle, ávido colecionador de arte que reformulou toda a propriedade.
2 - IMG_1105A chegada é em uma tradicional casa maya e lá um carrinho elétrico leva até a maison. São 29 quartos e suítes – muitas com piscina particular – , decoradas com peças e móveis dos anos 50, arte de grandes nomes como Fernando Botero e Picasso e artesanato mexicano (na foto abaixo, uma das suítes na casa principal). A playlist que toca pelos espaços comuns é do supercool DJ Michel Gaubert, baseado em Paris.
4 - IMG_1093No restaurante, deliciosos os ceviches preparados pelo chef Juan Carlos Gutierrez Chavira, ex-blogueiro de comida, mestre-cuca particular e ex-designer gráfico para a Chanel. No staff, Wendle convocou profissionais como ele, com background em moda. Na praia, com sorte, se pode ver a desova de tartarugas. Todas as manhãs, há aulas de ioga. Para famílias, o Esencia tem, ainda, duas casas lindas com serviço do hotel. Imperdível um tratamento no spa, montado em outra casa típica, com telhado de sapê e produtos puríssimos da região. A terapia começa com uma limpeza com incenso de alecrim, arruda e manjericão.

Passeios 
Se escolher um dos dois hotéis, será quase impossível sair de lá.
Com crianças, programa popular é ir a um dos parques naturais. XCaret, um dos mais importantes e turísticos, para nadar com golfinhos e arraias, entre outras muitas atividades. Menor, Kuntun Chi tem cenotes (grutas) incríveis.
Para compras, Playa del Carmen é o lugar que concentra o maior comércio da Riviera Maya. Prepare-se para entrar no clima bem turistão na Quinta Avenida (foto abaixo), isso mesmo, homenagem à nova-iorquina. Restrita a pedestres, há um mix de lojas: de artesanato a surf wear e marcas como Forever 21, Nike, H&M, Mac, etc., além de diversos restaurantes.
5 - IMG_1155

Imperdível, porém, será visitar Tulum, um dos três sítios arqueológicos da região – e o mais famoso, Antiga cidade maia amuralhada (datada por volta do ano 1000 d.C), fica ao longo da costa, de tirar o fôlego.
1 - IMG_0818Um destino à parte na Riviera Maya, misto de Trancoso com Espelho (pela atmosfera e o tipo de visitante), Tulum tem uma zona hoteleira ao longo da praia, rústica e charmosa – para se desplugar mesmo! Sem sinal de celular… Entre as dicas para se hospedar lá, estão o hotel boutique Jashita, o Papaya Playa Project (da Design Hotels), com seu badalado beach club, e BeTulum, um dos mais exclusivos. Dos restaurantes, Posada Margherita e Hechizo são só alguns deles. Mergulhos em cenotes não podem faltar na programação e visita à Reserva da Biosfera de Sian Ka’an. Deu vontade de ficar…

Antonella Salem viajou a convite da ILTM Americas

O melhor de… Santiago


Santiago Cordilheira

Emoldurada pela Cordilheira dos Andes, a capital do Chile tem muito a mostrar ao visitante. De ótimos hotéis e restaurantes a museus, parques e bairros deliciosos para passear a pé. Confira!

Onde comer
La Mar: no bairro de Vitacura, na Avenida Nova Constanera, novo pólo gastronômico da cidade, restaurante de ceviche e especialidades peruanas do famoso chef Gastón Acurio.
Osaka: no W Santiago, o restaurante japonês (foto abaixo) é um dos mais disputados e badalados da cidade. Reserve com antecedência.
Santiago Osaka
Azocar: fica em um casarão da década de 1920 em uma ruela entre a Catedral e a Praça das Armas, no centro. No fundo do restaurante, há um tanque de ostras, a grande especialidade da casa.
borago_2014_profile_food_1 worlds bestBoragó: premiado entre os melhores restaurantes da América Latina no Latin America’s 50 Best Restaurants 2014, pela revista britânica Restaurant, o Boragó também fica na Avenida Nova Costanera e propõe uma cozinha saudável com ingredientes da estação e receitas históricas (foto ao lado).
Le Fournil: uma boulangerie maravilhosa, com vários endereços na cidade. Vá no da Avenida Vitacura. No cardápio, 75 variedades de pães e doces. O restaurante anexo serve ótimos sanduíches, quiches e saladas.

Onde dormir
Ritz Carlton Santiago: elegante, com ótima localização no bairro El Golf (em Las Condes), uma das mais belas e exclusivas regiões da cidade. Dá para ir a pé para o shopping Costanera Center, um dos maiores que já vi na vida. Os quartos são aconchegantes, no estilo clássico (foto abaixo), e o hotel tem um spa no último piso, com piscina aquecida com vista para as montanhas.
Ritz carlton Santiago
Grand Hyatt Santiago: também no bairro Las Condes, walking distance do famoso shopping Parque Arauco. Peça um quarto com vista para os Andes e não perca um almoço no restaurante tailandês Anakena.
W Santiago: também no bairro de El Golfe, o hotel fica na Rua Isidora Goyenechea, que concentra os endereços gastronômicos mais tops da região. É para quem gosta de badalação, de ver e ser visto. Experimente o quarto Cool Corner, decorado pelos premiados designers Tony Chi e Sergio Echeverria. Vista de tirar o fôlego!

Passeios 
Centro velho: vale a pena dar uma volta pela região onde estão a Catedral Metropolitana de SantiagoPalacio de La Moneda – sede da Presidência do Chile, também abriga um centro cultural com exposições permanentes sobre o folclore chileno; Museu Chileno de Arte Pré Colombiana bárbaro! Exibe o patrimônio artístico de todos os povos da América Pré-Colombiana; Mercado Central, muitos gostam de almoçar lá – achei muito turístico.
Centro de Santiago, Catedral
Cerro Santa Lucia: também no centro de Santiago, um morro de onde se tem vista panorâmica maravilhosa para a cidade. A subida é de teleférico. Lá em cima, um castelo, muitas árvores e um gramado e um simpático café.
Kidzania: no Parque Araucano, vizinho do shopping Parque Arauco, para quem viaja com crianças. A partir de 8 anos, você pode deixar seus filhos lá e ir fazer compras.
Shoppings: Parque Arauco (foto abaixo) e Costanera Center têm uma variedade enorme de boas lojas chilenas e internacionais.
La Chascona: casa-museu de Pablo Neruda, construída em 1953, expõe em seu interior objetos que pertenceram ao poeta. Parte de sua pinacoteca é composta por quadros de Diego Rivera, Fernand Léger, Picasso, entre outros.
Concha y Toro: estando em Santiago, vale visitar uma vinícola e esta é uma das mais famosas do Chile. A cerca de uma hora do centro, a vinícola oferece tours todos os dias a partir das 10h.
Parque Arauco

Férias no Atacama

IMG_7648_2_1024Deserto vivo. Muito mais que areias, o Atacama, no norte do Chile, surpreende com seus vulcões, salares, piscinas naturais quentinhas, gêiseres, dunas e formações geológicas que lembram outros planetas. Viajar com a família para conhecer tudo isso terá sabor de aventura e será inesquecível. Na foto acima, Salar de Atacama.
Primeira dica: escolher um hotel em San Pedro de Atacama que tenha conforto e esquema de passeios com guias bem preparados. Essa cidadezinha é a base para as principais atrações e fica em um oásis a 2.400 metros de altitude e 100 quilômetros do aeroporto de Calama, onde se desembarca. Não se preocupe com a altitude: os hotéis têm o cuidado de sugerir a aclimatação, ou seja, programas nos primeiros dias a lugares que estejam na mesma altitude de San Pedro, para deixar que o corpo se acostume, e posteriormente, a pontos mais elevados da região, como as Termas de Puritama (3.500 m) e os Gêiseres del Tatio (a 4.200 m). Se estiver com crianças pequenas, o ideal será escolher passeios de meio dia (e checar antes com os guias se os kids aguentam os percursos ou se será preciso adaptar), para voltar ao hotel e almoçar e descansar antes do próximo. Abaixo, caminhada no Vale da Lua.
IMG_4388_1024
Top 5 passeios family friendly

Vale da Lua: caminhada para observar as formações com sal.
Vale da Morte: caminhada e descida de dunas, com emoção (foto abaixo).
IMG_4288_1024
Termas de Puritama: caminhada e imersão em águas quentinhas. Também se pode optar por ir direto de van.
IMG_7746_1024
Salar de Atacama: passeio de van, com contemplação no pôr-do-sol. Observação de flamingos cor-de-rosa na Laguna Chaxa. No caminho, parada no pueblo de Toconao, para ver como vivem as famílias locais, baseadas no artesanato com lã de ovelha e lhama e na agricultura. Algumas têm lhamas no quintal da casa, para alegria dos pequenos, que podem alimentá-las.
Cavalgada para a Cordilheira do Sal: programa de duas horas, com visual maravilhoso do deserto e das montanhas. Outro ótimo passeio a cavalo é por San Pedro e os ayllus (comunidades) locais.
IMG_7874_1024
Piscina e mercado: entre um passeio e outro, será delicioso ficar na beira da piscina no hotel (no inverno, porém, é frio para entrar), simplesmente admirar a paisagem, com os vulcões (Colorado, Saire Cabur, Puriques, Láscar e Licancabur, o mais imponente, com quase 6 mil m) majestosos emoldurando o cenário, ou dar uma volta na cidade. San Pedro abriga uma igrejinha e o Museu Arqueológico R. P. Gustavo Le Paige, com 3 mil peças, entre tumbas e objetos domésticos, que desvendam um passado de 11 mil anos.
IMG_7430_1024
Há também o mercado de artesanato, com lembranças de lhamas em miniatura, tapetes e outros itens com lã de ovelha, lhama e vicunha, e diversas lojinhas, incluindo uma pequena loja da North Face, para quem esqueceu alguma coisa.

Como chegar
Voo para Calama com conexão em Santiago (2h de duração a partir da capital chilena). Ideal será chegar para o almoço em San Pedro e, portanto, dormir uma noite na capital do Chile na ida. De Calama, são 100 quilômetros até o vilarejo (traslado providenciado pelos hotéis e incluído no pacote).
Onde ficar
IMG_7768_2_1024

Hotel explora (foto acima): pioneiro no Atacama, tem conforto na dose certa, serviço impecável e guias extremamente bem preparados que sabem tudo sobre geologia, a geografia local, flora, fauna, etc. À mesa, receitas típicas e pratos elaborados com ingredientes locais. IMG_7537_2_1024Tudo está incluído na diária, até os vinhos, e o clima é de fazenda, com cocheira e cavalos próprios. Para os pequenos turistas, a equipe da cozinha sugere opções de prato. Na chegada, uma palestra informal dará uma ideia do que esperar neste deserto. Toda tarde, a escolha dos passeios para o dia seguinte – a pé, de bike ou a cavalo. À noite, vale a pena marcar a visita ao observatório, onde, com um telescópio, a família poderá ver as estrelas e os planetas e aprender sobre o universo.
Tierra Atacama: outra ótima opção, nos mesmos moldes (com tudo incluído na diária, até passeios e bebidas).
IMG_7891Criado pela família Purcell, a mesma da estação de esqui Portillo, o hotel boutique tem arquitetura contemporânea e atmosfera cool. Um charmoso spa inclui piscina interna aquecida para o relax depois das atividades. IMG_7952_1024Da piscina externa, visual maravilhoso para os vulcões. O Tierra também tem ótimos guias que te levam com conforto para os passeios (a pé, de bike ou a cavalo, escolhidos na chegada) e menu kids. Em período de lua cheia, vale a pena fazer a caminhada noturna no Vale da Lua ou Vale da Morte.
Na mala: importante se vestir em camadas e levar roupas adequadas para as crianças. Não podem faltar luvas, gorro, fleece, underwear térmico, calça de trekking, tênis de trekking e casaco esportivo. Em São Paulo, a Decathlon é uma boa opção para o shopping pré-viagem. Santiago também tem boas lojas de esportes nos principais shoppings, como o Parque Arauco e o Costanera Center.

Direto de Nova York

Fata Morgana NYCJunho em Nova York… “O verão chegou, mas o sol ainda não apareceu por completo. Por aqui somos todos carentes de luz solar, vitamina D e um lugar ao sol.” Lorena Ringoot, chef concierge do elegante hotel The Surrey, dá as dicas desta temporada na Big Apple. Na foto acima, instalação da nova-iorquina Teresita Fernández no Madison Square Park.

O que fazer?
Ir para o Central Park, fugir aos Hamptons ou pegar um ferry para Sandy Hook. Outra opção é aproveitar a tranquilidade da cidade nos fins de semana, confira a programação.
Arte no parque
: Teresita Fernández no Madison Square Park, apresentando Fata Morgana – uma grande instalação ao ar livre da artista nova-iorquina. Na 23rd Street com Quinta Avenida, em frente ao Eataly.
Woman In Gold: vale a pena assistir ao filme A DWoman in Gold - Adele  Bloch-Bauerama Dourada, com Helen Mirren (estreia no Brasil em 13/8), e depois visitar a Neue Gallery para ver a pintura original do retrato de Adele Bloch-Bauer (reprodução ao lado). Até 7/9 na Neue Gallery, Quinta Avenida com 86th Street.
Frida Kahlo – Art, Garden, Life: uma fantástica viagem cultural, com arte, vida, plantas e história mexicanas no New York Botanical Garden, no Bronx. Para completar, um food truck só de tacos chamado Casa Azul. Ótimo programa com a família num domingo ensolarado. Até 1/11.
Flaming June at The Frick Collection: pela primeira vez a obra-prima de Sir FredeFlaming June 1895ric Leighton está em exibição em Nova York. O quadro (reprodução ao lado) foi emprestado pelo Museo de Arte de Ponce de Puerto Rico. Prepare-se para enfrentar a fila! Até 6/9, no 1 East 70th Street com Quinta Avenida.

Restaurantes
Untitled
: dentro do Whitney Museum, com o chef Mike Anthony, do Gramercy Park. Opção perfeita para almoço ou jantar cedo. Fica no 99 Gansevoort Street, Meatpacking, tel. +1-212 677-9477.
American Cut: steakhouse moderna (foto abaixo) em Tribeca, com a assinatura do chef Marc Forgione, ex-BLT Prime. 363 Greenwich Street, tel. +1-212 226-4736.
American Cut
Burger and Lobster: para comer um hamburger ou uma lagosta (foto abaixo) em um ambiente bem descontraído. O restô veio de Londres e já está fazendo sucesso.Não aceita reservas, mas não se preocupe – tem capacidade para 350 pessoas! 39 West 19th Street, entre Quinta e Sexta Avenidas, tel. +1-646 833-7532. Burger & Lobster NYC
Sessanta: novo italiano no espaço do meu amado Kittchai Thai restaurant. No Sixty Thompson Hotel, na 60 Thompson Street, SoHo, tel. +1-212 219-8119.
Berlyn: alemão supercool (foto abaixo), com comidinhas fantásticas e drinques perfeitos. O restaurante fica em frente do BAM Brooklyn Academic of Music, no 25 Lafayette Avenue, Brooklyn, tel. +1-718 222-5800.
BerlynLorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

O paraíso de Marlon Brando

P1140729Onde ir em julho? Polinésia Francesa. É esta a melhor época para visitar as ilhas estonteantes no Pacífico, que especialmente agora têm clima perfeito. Famílias adoram este paraíso famoso entre honeymooners. O mais novo resort do destino fica no atol particular de Tetiaroa, formado por 12 ilhotas paradisíacas e uma lagoa de tirar o fôlego. Bem-vindo a The Brando. Seu nome, homenagem ao ator Marlon Brando, que se apaixonou pelo lugar e o polynesian way of life durante as filmagens de Mutiny on Bounty (O Grande Motim) e em 1967 comprou Tetiaroa. Fruto de uma parceria entre seus herdeiros e Richard Bailey, amigo de Brando e presidente da Pacific Beachcomber, a propriedade traduz o sonho de paraíso sustentável em linha com a visão do ator. Na foto abaixo, o spa.
BRANDO_Spa-Farenanu
A chegada é de aviãozinho próprio do resort a partir do Aeroporto Internacional de Faa’a, em Papeete, em 20 minutos de voo panorâmico. São 35 villas (de um a três quartos), todas inspiradas nas tradições polinésias, com materiais nativos, piscina e área de praia exclusivas.
13-08-TET-0112A cozinha é assinada por Guy Martin, do restaurante duas estrelas Michelin Le Grand Véfour, em Paris. Mais destaques? Há um jardim orgânico, um spa maravilhoso situado em um motu (ilhota), biblioteca, piscina de borda infinita e uma estação de pesquisas dedicada à preservação das espécies de Tetiaroa. Entre os passeios, de mergulho a observação de estrelas com um naturalista. E o resort tem um club só para as crianças.
P1140914

Caribbean dream

jumbybeach low

Praias de areias branquinhas, vegetação tropical e o mar cristalino e sereno do Caribe. Para completar, luxo na medida certa e muita mordomia. Conheça três resorts incríveis para dias deliciosos al mare com a família – da badalada St. Barthélemy à paradisíaca Antigua. Na foto acima, praia de Jumby Bay.

Little Dix Bay
: na ilha de Virgin Gorda, uma das British Virgin Islands (BVIs), o resort foi inaugurado em 1964 por Laurance S. Rockefeller e ainda hoje mantém a filosofia de seu fundador – a de oferecer harmonia com a natureza em um refúgio fora do comum para famílias. De um lado, jardins; do outro, praia linda de morrer.

little dix bay1low
Parte do portfólio Rosewood Resorts, Little Dix reúne quartos, suítes e villas super confortáveis e estilosos, em tons de areia. Trilhas, mergulho e excursões a ilhas vizinhas fazem parte do menu de atividades possíveis, além de programas de wellness.
Little dix2low
Jumby Bay: outro resort da coleção Rosewood, este fica em uma ilha particular ao norte de Antigua, com acesso em dez minutos de catamarã. Habitat para uma variedade de espécies, entre pelicanos azuis e tartarugas Hawksbill, ameaçadas de extinção, o lugar também é o paraíso para as famílias, que podem escolher a hospedagem em suítes confortáveis ou alugar villas com piscina e casas com staff completo. Na programação, há aulas de cozinha, snorkelling, caminhadas ecológicas e bicicletas à disposição, sem falar no spa, que tem áreas de relaxamento com vista estonteante para o mar. Golfe? No Cedar Valley Golf Course, no coração de Antigua.
Jumby Bay1low

5.0.2

Hôtel Guanahani & Spa: entre Marigot Bay e a praia Grand Cul de Sac, em St. Barths, a ilha para ver e ser visto no Caribe, o Guanahani abriga charmosas cabanas coloridas (incluindo algumas para família) de estilo colonial em meio a jardins tropicais exuberantes. E este ano estreia interiores com novo look assinado pelo Luis Pons Design Lab. Além das mil atividades aquáticas, do fitness e tenis, há o Spa by Clarins.

Guanahani

Low_LW1901_54375879_DELUXE_ROOM_IMG_7957SE VOCÊ FOR A…
St. Barths
Onde comer
Um dos melhores italianos da ilha é L’Isola, em St. Jean. Também em St. Jean, vale a pena conferir o restaurante do Eden Rock sob o comando do chef Jean-Georges Vongerichten. Nikki Beach é o beach club bacana para passar o dia na praia, almoçar e ficar até o sol se pôr. Bagatellepoint para dançar à noite, e Le Ti é um restaurante do tipo baladinha, cada noite há um tema diferente.

Direto de Nova York

City Clipper2

“Setembro, meu mês favorito… É quando tudo se renova, se transforma, se recicla em Nova York.” Lorena Ringoot, chef concierge no hotel ultra elegante The Surrey abre seu caderninho de dicas da Big Apple. Na foto acima, visual para a Estátua da Liberdade a bordo do veleiro Clipper City.

Nas ruas: Frozen Moments – Esculturas do Ewerdt Hilgemann na Park Avenue entre as ruas 52 e 66, até outubro.
O day trip do momento: sair de NYC em direção ao Storm King Art Center para ver de perto o trabalho Zhan Huan, Three Legged Buddha (foto abaixo) e outras esculturas fantásticas.
SONY DSC
Fim de semana na praia: o Surf Lodge, em Montauk, tem um ambiente simples e animado com cheiro de mar. Dá para matar a saudade da nossa praia.
Surf Lodge

A gente tem sede de: o bar de vinhos que todos querem ir é o Aldo Sohm Wine Bar (151 W 51 Street entre 6th e 7th Avenidas), ao lado do Le Bernardin… Ainda não tem site. Outro wine bar, Vinateria é uma boa opção para um brunch e tasting no fim do dia. Todos os detalhes são de extremo bom gosto. Yvette, a proprietária, é uma simpatia. Vale a pena visitar o Harlem.
O bar mais badalado do momento: Bar NoMad, que acabou de inaugurar no The NoMad Hotel.
Alice’s Adventures In Wonderland: com o Ballet National do Canadá (foto abaixo) no David H. Koch Theatre, Lincoln Center, de 9 a 14/9.
AliceinWonderland3
Paradinha saudável: no Dimes, que serve acaí, saladas, suco de frutas e produtos de beleza naturais com DNA brasileiro. Fica no Lower East Side, no 143 Division Street com a Canal Street.
E prazer com boa música: Manhattan By Sail, passeio no veleiro Clipper City para a ver a Estátua da Liberdade sem se sentir turista. Com jazz toda quarta-feira no mês de setembro, às 21h15 ou às 18h30, para ver o pôr-do- sol saindo do Battery Park.
City Clipper

Lorena Ringoot é chef concierge no hotel The Surrey e colabora com WHIZ todo mês com dicas imperdíveis de Nova York

Novidades em Orlando


FPO_ORL_024

Este verão em Orlando, Flórida, promete boas novas. O Walt Disney World Resort inaugura o Four Seasons Resort Orlando. Com 444 quartos e suítes elegantes, uma steakhouse na cobertura com vista para o parque Magic Kingdom, piscina restrita aos adultos, uma área em uma ilha só para as crianças e um campo de golfe de 18 buracos com design por Tom Fazio, o hotel já está aceitando reservas.
O Magic Kingdom completa a expansão da Fantasyland com Seven Dwarfs Mine Train Coaster – uma montanha-russa para a família, com o tema dos Sete Anões.
11_Hogwarts Express at UORlow Já o Universal Orlando Resort deve atrair multidões ao revelar sua nova área dedicada às aventuras de Harry Potter: The Wizarding World of Harry Potter – Diagon Alley. A experiência começa a bordo do trem Hogwarts Express na Hogsmeade Station (na área inaugurada em 2010 no Islands of Adventure) e leva à estação fictícia de King’s Cross Station (no Universal Studios). Lá está a famosa parede de tijolos que conduz nos filmes ao Diagon Alley – um efervescente hub da bruxaria no meio de Londres, que reúne lojas (de animais de plush, de “magia negra”, papelaria etc.) e restaurantes. Na loja Ollivanders, será possível testemunhar a magia de uma varinha escolhendo o bruxo. E a nova área abriga a atração “Harry Potter and the Escape from Gringotts” – uma jornada multi-dimensional pelo banco dos bruxos. Divirta-se!

Direto de Nova York

Navarro_This-Land-Is-Your-Land_Rendering_11_11_2013-Image-by-Hernan-Rivera-and-Ivan-Navarro_-Courtesy-Paul-Kasmin-Gallery__sm-1024x768

Lorena Ringoot, chef concierge no elegante hotel The Surrey, dá todas as dicas para quem embarca mês que vem para Nova York. “Março chegou e nada como arte para renascer depois de um inverno profundo. A arte é essencial para se viver bem”, diz. Além dos eventos artsy, a expert revela eventos, lojas, shows e restaurantes que estão na moda.

Arte
Free Art: no Madison Square Park, instalação do artista chileno Ivan Navarro apresentando “This Land is Your Land” (foto acima). Até 13/4.
Street Art: Freedman Plaza na 60th Street com a 5th Avenue, o artista suíco Olaf Breuning apresenta “Clouds”, seis nuvenzinha simpáticas. Até 24/8.
The Armory Show 2014: no Pier 92 & 94, é uma grande opção para ver arte em março (foto abaixo). Especialmente arte contemporânea chinesa. A arte brasileira também está presente com as galerias Raquel Arnaud, Bergamin, Nara Roesler, Silvia Cintra+ Box 4 e Luciana Brito. De 6 a 9/3, das 12h às 19h, na 12th Avenue com 52nd Street.
Amory show2
The Whitney Biennial 2014: essa é a última bienal no Whitney da Madison com 75th Street antes da mudança para o novo endereço em Downtown, previsto para 2015, com arquitetura de Renzo Piano. De 7/3 a 25/5.

Broadway & afins
Estou indo para Cabaret essa semana, reabrindo no Studio 54. E também aguardando Hedwig and the Angry Inch, estreando dia 29/3.
Para quem ama, Les Misérables reabre no Imperial Theater também 29/3 e o Cirque du Soleil está voltando com o espetáculo Analuna. De 20/3 a 13/4. Outro programa família, pela primeira vez as Rockettes retornam ao Radio City Music Hall com o show Heart and Lights; 27/3 a 4/5.

Comer & beber
photo (1) Ladurée Soho: o novo salão de chá é o pit stop no meio das compras. Fica no 398 West Broadway, entre Spring e Broome Streets. As caixinhas mais adoráveis de macaroons.
Chez Sardine: no Village, para quem gosta de comidinhas diferentes. Adorei o queijo quente com fois gras e pickels e as panquecas de café da manhã com tartar de peixe, ovas de salmão e iogurte.
The Spotted Pig: para ir com a pessoa amada e comer um hambúrguer tête-à-tête no segundo andar numa mesinha minúscula e romântica.
Flex Mussels: há dois na cidade, mas eu prefiro o original e pequeno no Upper East Side. Serve mexilhões feitos de todas as formas do mundo e donuts deliciosos de sobremesa.
Bodega Negra: é o novo restaurante da moda no Dream Hotel Downtown, com comida mexicana, muita tequila e margaritas. Não deixe de ir com as amigas badalar neste novo spot.
Doces
Três novas lojas de docinhos…
Canelé by Céline: no Upper East Side, produz para o chef Jean-Georges. Canéles e financiers fantásticos.
O Merveilleux: merengues belgas também no Upper East.
Treat House: só serve Mini Rice Crispys, na Amsterdam entre 81st e 82nd Streets. Uma dica muito especial para a criança em cada um de nós.

Day trip
bronxzoo_marleywhite_01 low
Para relaxar e pegar um trem para fora de Manhattan, não deixe de visitar The Orchid Show (de 1/3 a 21/4) no New York Botanical Garden, no Bronx. Na mesma área, o Little Italy local, Zero Otto Nove, tem uma pizza maravilhosa para a garotada. E para fazer o programa completo, o zoológico (foto acima) fica logo ao lado do jardim botânico.

Paraíso by LVMH nas Maldivas

Maldivas Cheval Blanc Randheli_Outdoor View

À procura de um refúgio contemporâneo, exclusivo e elegante no Índico? São muitos os resorts estonteantes nas Maldivas e este é especial, crème de la crème. Recém-inaugurado no atol de Noonu – um dos 26 do arquipélago ao sudoeste do Sri Lanka e da Índia, Cheval Blanc Randheli é a segunda propriedade hoteleira do grupo LVMH – a primeira é o Cheval Blanc Courchevel, nos Alpes franceses. Aqui, bem-vindo ao paraíso do século 21. Chega-se de hidroavião em 40 minutos de voo absolutamente incrível partindo de Malé, a capital. O estilo moderno ganha texturas e materiais locais, como madre-pérola, coral e rattan. As 45 villas parecem amplas residências – com piscina de borda infinita que se funde com o oceano.  Serviço, claro, impecável, e estrutura para levar as crianças, incluindo um super kids club, com programação à parte. Já pensou em levar os pequenos para as Maldivas? Leve! É possível reservar uma villa com dois quartos. E mais: Randheli possui cinco restaurantes, um spa com tratamentos da Guerlain e uma listinha de atividades ao mar. As fotos dizem tudo.
LVMH, Cheval Blanc, Randheli Maldivas Cheval Blanc Randheli_Master Bedroom