Unique Lodges of the World

sayari-serengeti-lodge-guest-2-crop.adapt.945.1Quem está em busca de refúgios incríveis não pode deixar de conferir a coleção recém-lançada pela National Geographic Society. Unique Lodges of the World reúne 24 lodges no mundo que privilegiam práticas sustentáveis e excelência em hospedagem e convidam a experiências autênticas, em sintonia com a cultura e natureza do lugar. Acomodações confortáveis, cozinha gourmet, design e sustentabilidade são a marca desses hotéis. Entre eles, Sayara Camp (foto acima), no Serengeti National Park, na Tanzânia (África). WHIZ mostra aqui um em cada continente, mas vale ver a lista completa.
Three Camel Lodge, em Gobi, Mongólia (Ásia)
three-camel-lodge-exterior-03.adapt.945.1
Longitude 131, Austrália (Oceania)
longitude-luxury-tent-exterior-individual.adapt.945.1
Lapa Rios Ecolodge, Osa Peninsula, Costa Rica (América Central)
Lapa rios Costa Rica
Kapari National Resort, em Santorini, Grécia (Europa)
slider
Inkaterra Machu Picchu Pueblo Hotel, Peru (América do Sul)
itmp-rooms-villa-inkaterra-0091
Fogo Island Inn, Canadá (América do Norte)
fogo-long-studio.adapt.945.1
Pelo site da coleção, além de saber o motivo pelo qual o lodge é considerado único, você confere destaques da estadia em cada um deles e pode fazer a reserva online.

Toronto é 10

Bloor and ROM TorontoPequena Nova York no Canadá,Toronto reúne um mix de nacionalidades e tem influência inglesa notável, seja nos pubs espalhados por toda parte, nos menus que quase sempre incluem o clássico “fish and chips” ou nos belos exemplares da arquitetura vitoriana. Como a Big Apple, a metrópole também é repleta de arranha-céus e capricha na oferta cultural (são 72 museus e 70 teatros), na gastronômica e lojas. WHIZ elege os TOP 10 da cidade.

1) Bloor Street e Yorkville (foto acima) – A “Quinta Avenida” de Toronto, Bloor e suas travessas formam o elegante bairro de Yorkville, repleto de lojas de grifes internacionais, como Prada, Chanel, North Face, Gap e Sephora. Das marcas locais de roupas, Club Monaco e Roots são nomes para ficar de olho.
2) Royal Ontario Museum (ROM) – Durante o passeio pela Bloor, uma construção irá chamar a atenção: o anexo moderno de formas pontiagudas e irregulares Michael Lee-Chin Crystal do ROM. Entre e confira a coleção de arqueologia e história natural – são mais de 6 milhões de objetos.
3) St. Lawrence Market (foto abaixo) – Um showcase dos produtos locais, como queijos, mostardas e o famoso “ice wine”, vinho doce produzido com extratos de uvas congeladas. Prove lá o típico sanduíche de carne de porco Peameal Bacon.
St Lawrence Market Toronto
4) Premium Outlets  Primeira unidade do grupo norte-americano no Canadá, o novíssimo Premium fica a 45 minutos de carro de Toronto, e reúne 85 lojas, entre Nike, Columbia, Gap, Banana Republic e Polo Ralph Lauren.
5) West Queen West  A região, entre Bathurst Street e Gladstone Avenue, é endereço descolado da arte e do design. Além das galerias, há dezenas de lojinhas vintage (como a Cabaret Vintage), casas especializadas (em sabonetes e óleos essenciais, por exemplo, caso da Art. 27) e ateliês de pequenos designers da moda. A Magpie Designs faz jaquetas para Prince.
6) Galeria de Arte de Ontário (AGO) (foto abaixo) – Projetada pelo célebre arquiteto local Frank Gehry com madeira de reflorestamento, possui ótimo acervo de arte canadense e arte moderna e contemporânea europeia. Vale a pena provar o restaurante FRANK, de cozinha variada.
AGO Toronto
7) Distillery Historic District– Ocupa um conjunto arquitetônico industrial da era vitoriana, um dia Gooderham and Worts Distillery (construída em 1859), uma das maiores destilarias de uísque do mundo. Pelas ruelas de paralelepípedo, os galpões deram lugar a uma coleção de cafés, restaurantes e butiques.
8) CN Tower – Para ver a cidade do alto nas mais diversas formas. Um elevador de vidro leva ao topo da torre em menos de um minuto. Há plataformas de observação e o 360 Restaurant, a 356 metros de altura, giratório. Corajosos provam a adrenalina máxima no Edge Walk (foto abaixo), a caminhada ao redor da circunferência do telhado do restaurante, preso por cabos.
Edge Walk
9) Eaton Centre – Entre os shoppings, este é uma perdição: reúne 250 lojas – Sears, Gap, Old Navy, Apple Store, só para citar algumas, e fica aberto até nos feriados. Na saída, observe a Yonge Street, considerada a rua mais extensa do mundo, com 1.896 quilômetros.
10) Bata Shoe Museum (foto abaixo) – Deliciosa jornada pelas diferentes eras e povos e seus calçados. Desde os inventados na pré-historia a aqueles usados pelas primeiras civilizações no Alasca – e os que vestiram os pés de famosos como Winston Churchill, rainha Vitória, Dalais Lama, entre outros.
Bata Shoe Toronto

SE VOCÊ FOR
Onde dormir?
O Windsor Arms Hotel fica em uma construção neogótica de 1927 do lado da Bloor Street e tem só 28 quartos. Todos possuem um instrumento musical – homenagem às personalidades do show biz que nele se hospedam (ou se hospedaram), como Elton John. Em West Queen West, Gladstone Hotel é repleto de arte contemporânea e o Drake Hotel, outra recomendação jovem e badalada. Novidade na cidade, de localização central na University Avenue, o Shangri-La Toronto é superestiloso.
Drake Toronto

Onde comer e beber?
O&B Canteen é a dica no TIFF Bell Lightbox, o local do festival de cinema internacional, todo setembro. Quinn’s Irish Bar, pub e steakhouse, serve carnes deliciosas. Wvrst é um bar e restaurante de inspiração alemã com mesas comunitárias, menu de salsichas, molhos, fritas e cervejas. Pure Spirits Oyster Bar, a sugestão no Distillery Historic District e bom para peixes e frutos do mar. Sassafraz, em Yorkville, elegante e serve pratos da cozinha canadense com inspiração francesa.   

Onde comer em Toronto?

Garimpamos com insiders “5 top” restaurantes na cidade canadense.

Canoe (foto acima): 64 Wellington Street West, 54th floor, tel. +1 (416) 364-0054. Entre os “the best” de Toronto, fica no topo da torre do TD Bank e tem vista espetacular para a cidade. À mesa, pratos criativos da cozinha canadense a cargo dos chefs Anthony Walsh e John Horne.
Nota Bene: 180 Queen Street, tel. +1 (416) 977-6400. Italiano sofisticado. Não deixe de experimentar uma das sobremesas, pois todas são maravilhosas.
Luma: 350 King Street West, tel. +1 (647) 288-4715. Cozinha internacional com ingredientes locais, que dão um toque canadense às receitas. Além dos pratos super saborosos, este restaurante tem um ambiente muito especial. Fica dentro do TIFF Lightbox, palco do festival de cinema de Toronto. Um luxo!
Starfish Oyster Bed and Grill: 100 Adelaide Street East, tel. +1 (416) 3667827. Ostras e frutos do mar são a especialidade deste restaurante, cujo dono, Patrick McMurray, ganhou prêmios como o mais rápido abridor de ostras do mundo. Além das ostras de várias procedências, os petiscos de peixe são deliciosos.
Mildred’s Temple Kitchen: 85 Hanna Avenue, tel. +1 (416) 588-5695. Sua   localização é um pouco complicada para os que vão até lá pela primeira vez. O Milfred’s fica em Liberty Village e vale a pena o deslocamento. Os pratos são típicos da cozinha internacional, com toques caseiros e temperos especiais. A proprietária e chef, Donna Dooher, cuida pessoalmente da cozinha e garante que tudo saia perfeito.

Vale a pena ver o blog oficial do Tourism Torontorepleto de dicas.

Ski de campeões

Para aqueles que estão acompanhando pela tevê as provas dos Jogos Olímpicos de Inverno em Vancouver, no Canadá, e adoraria sentir um gostinho do espírito olímpico ao vivo, o Four Seasons Resort Whistler lançou um pacote irresistível. Até o final da temporada, o “Ski with na Olympian” dá direito a três noites de hospedagem, três dias de acesso aos lifts e um dia inteiro de esqui na companhia de um campeão atual ou antigo. Participantes incluem os canadenses Manuel Osborne Paradis e Kathy Kreiner, à postos para dar todas as dicas a cada curva na montanha. A partir de 2.010 dólares canadenses por pessoa em quarto duplo.