Glamour em Courchevel

1 - Courchevel1Prepare os esquis. Parte da maior área esquiável do mundo (conhecida como Trois Vallées), na região alpina de Savoie (França), a célebre Courchevel é palco da mais badalada temporada de esqui da Europa. Charme, sofisticação, alta gastronomia, excelente neve e estrutura ski-in/ski-out fazem da estação um destino de inverno adorado por celebridades. Escolha hospedar-se no efervescente vilarejo a 1850 metros de altitude, conhecido pelos habitués como Courch’1850, onde estão as melhores pistas, os hotéis mais sofisticados, estrelados restaurantes e clubs.

Onde comer?
La Fromagerie: charmoso e despretensioso, serve pratos tradicionais saborosos, com destaque para os queijos e carnes. La Porte de Courchevel, Courchevel 1850, tel +33 4 79082747.
6 - Restaurante_Azimut1
Azimut (foto acima): a combinação do tradicional e do moderno resulta em pratos surpreendentemente deliciosos, assinados pelo chef François Moureaux. O atendimento é extremamente amável. Immeuble l’Or Blanc. Courchevel 1300, tel. +33 4 79062590.

Circuito artsy
Esqui, snowboarding, passeios em snowmobile e snow quad bikes, escaladas e patinação no gelo, voos sobre os Alpes em pequenos aviões, helicópteros ou balões… Além dos esportes e passeios na neve, vale a pena percorrer as galerias de arte.
Galerie Daniel Besseiche: o colecionador Daniel Besseiche reúne, há 35 anos, obras modernas e contemporâneas que inspiram fortes emoções. Os quadros e esculturas, alguns de artistas famosos e outros de talentos promissores, estão expostos em suas seis galerias, espalhadas pela França e Suíça. Espace Diamant. Courchevel 1850.
Galeries de l’Alpage: as duas galerias exibem trabalhos de artistas internacionais, como Auguste Rodin, Folon, Giorgio de Chirico, Bruno Catalano, Julien Marinetti e outros. Espace Diamant. Courchevel 1850.
Galerie Grulier: à mostra, trabalhos dos pintores Michel Jouenne, Gilles Arzul, Guy Cambier, e escultores Mauro Corda, René Julien, Michel Dejos, entre diversos outros. Le Patio de la Croisette. Courchevel 1850. 

Onde dormir?
3 - Hotel_La Sivoliere1
La Sivolière: no coração da floresta, com acesso direto aos ski-lifts e a poucos minutos do centro de Courchevel, o charmoso hotel se destaca pela excelência em serviços e os elegantes apartamentos no estilo chalé de montanha, cozy e com muita madeira. Para completar, fitness center com piscina, jacuzzi, área de bem-estar e um completo Kid’s Club. O restaurante gastronômico, 1850, sob o comando de Bilal Amrani (três garfos vermelhos no guia Michelin), apresenta o melhor da culinária francesa com inspiração nos sabores tradicionais de Savoie. Nesta temporada, experimente o novo menu e não deixe de reservar lugar na mesa do chef, novidade super aguardada!
4 - Hotel_La Sivoliere2
Por Equipe Teresa Perez 

Nova coleção de hotéis em Paris

Peninsula Paris entrance

Este verão em Paris tem diversas novidades na hotelaria. Uma delas, o Peninsula Paris (foto acima), que acaba de abrir as portas a poucos passos do Arco do Triunfo. É o primeiro hotel na Europa do grupo asiático e fica em uma majestosa construção do fim do século 19 (antigo Hotel Majestic), cuja restauração levou seis anos. Entre as facilidades, há o restaurante chinês Lili e o spa de 1.800 metros quadrados com tratamentos da ESPA Collection e Biologique Recherche.
No estilo hotel design, perto das avenidas George V, Champs-Elysées e Montaigne, chegou o Vernet (foto abaixo).

Hotel Vernier Paris  restaurantO hotel faz parte do selo Design Hotels e fica em uma edificação clássica, projetada em 1913 e reinventada pelo designer francês François Champsaur. Debaixo de uma cúpula criada por Gustave Eiffel, o restaurante serve recriações modernas da clássica cozinha francesa.
Absoluto talk of the town, o centenário Hôtel Plaza Athénée (foto abaixo) finalmente reinaugurou após uma reforma completa.
facade Plaza Athenee Masahiko Takeda lowUm de seus destaques é o restaurante do consagrado chef Alain Ducasse, que agora aposta na cozinha saudável.

Vem por aí…
Com previsão de abertura no inverno parisiense, o La Réserve Paris (foto abaixo) promete elegância e design na medida, a exemplo dos hotéis da marca de Michel Reybier, em Genebra e St. Tropez. Localizado entre a Avenue Montaigne e a Rue du Faubourg Saint-Honoré, o hotel ocupa um edifício tipicamente Haussmann, com interiores por Jacques Garcia e 26 suítes e 14 quartos de um estilo clássico revisitado.
La Réserve Paris PRESSE SELECTION (18)Detalhe: adegas nas suítes. O restaurante terá cozinha francesa contemporânea e haverá uma biblioteca onde será possível degustar vinhos de uma coleção maravilhosa. Tudo feito sob a orientação do próprio Reybier, que possui vinícolas em Bordeaux e na Hungria. Para completar, um spa com piscina interna de 16 metros e três salas de tratamentos. Enquanto a propriedade não abre, há os 10 apartamentos top La Réserve, uma casa longe de casa.

A volta do Plaza Athénée Paris

Plaza Athénée Paris - Alain Ducasse Restaurant low

Ícone da hotelaria de luxo na capital francesa, o Hôtel Plaza Athénée reabre neste verão europeu, no dia 1o de agosto, após uma remodelação completa. No ano passado, o hotel celebrou seu centenário e fechou para a reforma, que incluiu a aquisição de construções anexas. Entre as novidades, estão seis guestrooms, oito suítes, um ballroom (foto abaixo) e dois espaços para eventos. Tanto as acomodações como as áreas comuns manterão o estilo clássico e elegante tão emblemático do hotel. Designers que já trabalharam nos espaços ficaram encarregados de recriar o décor de forma sutil. O bar e o restaurante (foto acima) estão sendo reinventados pelo francês Patrick Jouin, da Jouin-Manku – ambos com tons contemporâneos. A transformação estará também no menu de Alain Ducasse, agora baseado na cozinha saudável com muitos grãos. “O Plaza Athénée é uma casa longe de casa para seus hóspedes”, disse o diretor-geral do hotel, François Delahaye, também COO da Dorchester Collection.
Plaza Athénée Paris - Ballroom low

L’Apogée Courchevel

Apogee Courchevel

Novidade nas montanhas da francesa Courchevel. O hotel L’Apogée acaba de abrir as portas no Jardin Alpin, Courchevel 1850, e promete ser a sensação desta temporada. Do exclusivo grupo Oetker Collection – da qual fazem parte propriedades top como Le Bristol Paris e Hotel du Cap-Eden-Roc –, o hotel é ski-in, ski-out e tem belo design de interiores contemporâneo criado pela dupla India Mahdavi e Joseph Dirand. São só 33 suítes e 20 quartos e há um chalé perfeito para quem viaja com a família ou os amigos, com cinco quartos. Entre as facilidades, um Kids Club imenso e o restaurante Le Comptoir (foto abaixo), a cargo do chef Yannick Franques, duas estrelas Michelin.
Le Comptoir de L'Apogée Courchevel

Um apartamento em Paris

Private Homes Paris

Ninguém esquece do gostinho de morar na capital francesa, mesmo que por um curto período. Toda manhã, o senhor da boulangerie separa os croissants assim que te vê. Você vira habitué do supermercado, da vendinha de frutas, do café da esquina… Alugar um apartamento em Paris é uma experiência incrível, a melhor forma de hospedagem com a família. A dica: o site Private Homes tem versão em português e uma ótima seleção na cidade (além de Londres, Barcelona e Roma), graças ao olhar apurado das francesas Anne Julio e Edith Nuss. Muitas das propriedades permitem estada mínima de quatro noites, a descrição é completa e é possível ver até a planta do imóvel. Na hora de selecionar, preste atenção nos mínimos detalhes, como área, andar, se tem elevador, chuveiro ou banheira (ou os dois), tamanho das camas, equipamentos na cozinha, vista etc. Na foto acima, um dos apartamentos no Marais. Abaixo, em St-Germain.
Private Homes Paris St Germain

Roteiro kids na capital francesa

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Então aqui estamos. Há dez milhões de pessoas vivendo aqui, na capital da França. Há um grande rio – o Sena –, dezenas de monumentos, dezenas de igrejas, museus e milhares de gatos.” A viagem a Paris começa assim, com as palavras e ilustrações do livro “Isto é Paris”, do checo Miroslav Sasek. Inspiração para um roteiro divertido com as crianças. De carrosséis a museus, parques e jardins, há muito para descobrir com as crianças na capital francesa. Confira 10 dicas!

1) Passeio de barco no Sena: há diversas opções, entre os famosos Bateaux-Mouches e os Bateaux Parisiens, que oferecem passeios turísticos com comentários em inglês até tours com jantar a bordo para admirar Paris iluminada, e o Batobus (barco-ônibus) – que você entra e sai conforme a parada que quiser: Louvre, Saint Germain-des-Prés, Notre Dame, Torre Eiffel (são oito).
2) Marcos parisienses: Place de la Concorde (cujo obelisco foi trazido do Egito), a Madeleine (como um templo grego), a Sacré Coeur de Montmartre o Arco do Triunfo e a Avenida Champs-Elysées.
3) Torre Eiffel: subir seus 324 metros será imprescindível. Pode-se ir até o primeiro e segundo andares ou e o último, mas compre os ingressos com antecedência pela internet, já que as filas serão gigantescas, não importa a época. Subir à noite é uma experiência diferente.
4) Lojas: na Champs-Elysées há as megalojas Disney Store, Gap, Abercrombie & Fitch e Monoprix, que tem uma seção de roupas infantis a preços ótimos, incluindo peças básicas da Petit Bateaux. Grife trendy, a Zadig & Voltaire (com várias lojas na cidade) possui coleção infantil.
5) Guloseimas doces: os clássicos sorvetes Berthillon e os macarons Ladurée, cuja primeira maison nasceu em 1862, também têm diversos pontos-de-venda em Paris. Prove também os crepes de nutella, à venda em carrinhos espelhados por vários locais.
6) Praças e jardins: a Place des Vosges (onde morou Vitor Hugo), no Marais, dispõe de tanque de areia e brinquedos para as crianças escalarem. Jardin du Luxembourg abriga um teatro de marionetes e os meninos adoram os barquinhos com controle remoto. O Jardin des Tuileries é palco no verão da Fête des Tuileries, que transforma o lugar em parque de diversões. Este ano, até 25 de agosto são mais de 60 atrações, incluindo roda-gigante.
7) Museus: o D’Orsay mostra uma coleção de telas impressionistas e L’Orangerie exibe os incríveis painéis “As Ninfeias”, de Monet. O Louvre oferece tours especiais para família. Se for por conta própria, vá ver a ‘Mona Lisa’ e a parte do museu que contempla os tesouros do Egito. O Louvre também tem um calendário de ateliês de arte para crianças.
8) Disneyland Parissão 40 minutos de trem de Paris (RER A4 até a estação “Marne-La-Vallée/Chessy”) e a chegada, em 40 minutos, é praticamente dentro do complexo. Há dois parques (Disneyland e Disney Studios), além da Disney Village, com cinemas, restaurantes e bares. Como na Flórida, os brinquedos mais concorridos têm sistema de “Fast Pass”, que permite emitir um tíquete de entrada com hora marcada.
9) Parc Asterix: a sugestão se quiser ir a mais um parque de diversões nos arredores de Paris.
10) Dicas úteis: seguro-viagem é obrigatório para turistas brasileiros na Europa. Nossa recomendação é o Premium Assistance. Livro infantil para levar na bagagem, “Isto é Paris”.  Uma vez lá, vale a pena comprar um chip local para o seu celular. Procure uma loja da Orange.

Leia reportagem completa sobre Paris com as crianças no Diário do Comércio

Onde comer em Paris?

bofinger paris

WHIZ faz uma seleção de restaurantes na capital francesa. É importante reservar! 
Brasserie Bofinger (foto acima): no Marais, pequeno e elegante, com uma cúpula colorida em uma das salas. Cardápio da cozinha clássica francesa inclui ostras e frutos do mar e chateaubriand com molho béarnaise. Há menu infantil (5-7 Rue de la Bastille, 75004, tel. +33 1 4272-8782).
Au Moulin A Ventum dos melhores bistrôs de Paris, no 5o arrondissement. Comida tradicional e ambiente descontraído. Carré de cordeiro, magret de pato e filé poivre são alguns pratos imperdíveis. Todos acompanham vagem ou champignons provençal. (20 Rue des Fossés-Saint Bernard, 75005, tel. +33 1 4354-9937. Fecha sábado para almoço, domingo e segunda o dia todo).
Brasserie Lipp
: uma instituição parisiense, criada há mais de 120 anos, em Saint-Germain. Pratos da cozinha tradicional. Mil folhas delicioso (151 Boulevard Saint Germain, 75006, tel. +33 1 4548-5391).
Georges: no último andar do Centre Pompidou, pertence ao grupo Costes, tem vista linda de Paris, música e gente bacana! Cardápio enxuto com delícias como king crab com alface e molho de limão e filé béarnaise (Centre Georges Pompidou, 75004, tel. +33 1 4478-4799).
L’Avenue: também Costes, superbadalado na Avenue Montaigne, sempre um must. Entre os pratos da cozinha francesa moderna, camarões grandes grelhados (41 Avenue Montaigne, 75008, tel. +33 1 4070-1491).
Le Voltaire: pequeno e elegante, com uma clientela bacana e cozinha clássica francesa maravilhosa. Do lado do Museu D’Orsay. Um dos preferidos de WHIZ. Prove o steak tartare! (27, Quai Voltaire Paris, 75007, tel. +33 1 4261-1749).
L’Atelier de Joel Robouchon: com dois endereços na cidade (Saint-Germain e Étoile), o restô do famoso chef serve pequenas porções de uma cozinha francesa criativa, além de brochettes. É possível sentar no balcão e observar a preparação dos pratos (133 Avenue des Champs-Elysées, 75008, tel. + 33 1 4723-7575; e 5 Rue de Montalembert, 75007, tel. +33 1 4222-5656).
Chez Andre: perto da Place de l’Étoile e da Champs-Elysées, bistrô aberto na década de 30. Salada de lentilha e perna de carneiro assada com purê de batatas são só alguns dos pratos (12 Rue Marbeuf, 75008, tel. +33 1 4720-5957).
La Cigalle Recamier: superfamoso por seus suflês, um charme em Saint-Germain (4 Rue Récamier, 75007, tel. +33 1 4548-8658).
Le Stresa: sem dúvida o melhor italiano da cidade, criado em 1951 (7 Rue Chambiges, 75008, tel. +33 1 4723-5162. Fecha sábado e domingo).
Café Marly: se for ao Louvre, dica para almoçar. Também grupo Costes, o menu é variado, entre sanduíches (o club é delicioso) e pratos como penne com molho de tomate levemente picante. Vista para a pirâmide (93 Rue de Rivoli, 75001, tel. +33 1 4926-0660).
Chez L’Ami Louis (foto abaixo): quem já foi a este bistrô garante que nunca comeu um frango assado melhor na vida. Batatas fritas fininhas acompanham o prato. De entrada, foie gras e escargot (32 Rue du Vertbois 75003, tel . +33 1 4887-7748. Fecha segunda e terça).
pariswhiz amilouislow

Paris com as crianças

Fte Forainne

O hotel Le Burgundy tem as famílias como hóspedes frequentes em Paris. Pensando nisso, WHIZ pediu à equipe de concierges Clefs d’Or as dicas para o verão com as crianças na capital francesa.

1) Fête des Tuileries. Tradição na estação do calor no Jardin des Tuileries. Este ano, de 29 de junho 25 de agosto. O evento oferece mais de 60 atrações (foto acima), incluindo roda-gigante, parede de escalada, jogos e trampolins. A roda-gigante permite admirar a vista excepcional para a pirâmide do Louvre, a Concorde, a Champs Elysées, Torre Eiffel e Notre Dame. Diariamente das 11h da manhã às 23h45; até 00h45 sexta e sábado.
2) Versailles “Por trás das portas fechadas”. Passeio exclusivo que só os concierges Clefs d’Or conseguem marcar. O tour inclui a visita clássica ao Palácio de Versailles e uma das três opções: aposentos privados dos reis, aposentos privados de Maria Antonieta ou visita ao Petit Trianon.
3) Aula de culinária. Na cozinha de um dos famosos chefs franceses, as crianças fazem sua própria refeição e depois se deliciam. Também há a chance de ir com o mestre-cuca a um mercado a céu aberto para a compra de ingredientes.  Onde cozinhar? Cuisine Attitude By Cyril Lignac, École d’Alain Ducasse  ou  L’atelier des Chefs.
Le Burgundy kids
4) Uma volta de barco no Rio Sena. Apesar de turístico, é muito divertido! Embarque aos pés da Torre Eiffel. O tour passa por uma sucessão de monumentos ao som da música ‘I love Paris in the summer.’ O barco parte a cada 30 minutos, das 10h30 às 21h30, e dura uma hora.
5) Subir ao topo da Torre Eiffel. Visitar o principal cartão-postal de Paris é imperdível. Suba os degraus ou pegue o elevador. Reserva é necessária com semanas de antecedência, sobretudo no verão. É possível comprar ingressos pelo site.
Eiffel Tower by David Lefranc, Paris Tourist Office
O hotel: Le Burgundy fica em uma construção datada de 1870, entre a Place de la Madeleine e a Rue St. Honoré, a poucos passos das lojas. Passou por uma big reforma e reabriu em 2010 com décor contemporâneo e 51 quartos e oito suítes bem espaçosos. Há um restaurante com uma estrela no Michelin e spa em parceria com a grife Caritas. Um luxo! Diárias a partir de 420 euros.
Le Burgundy chambre

Paris do 16ème

16eme ParisPouco turístico e muito elegante, na margem direita do Sena, o 16arrondissement de Paris abriga a charmosa Rue de Passy, o Bois de Boulogne e o Musée Marmottan, além de ótimos restaurantes. Confira!

Giulio Rebellato136, Rue de la Pompe, tel. +33 (1) 4727-5026. Um dos restaurantes italianos mais simpáticos da capital francesa. Antipastos, massas e risotos são especialidade casa.
La Pizzeria di Rebellato: 138 Rue de La Pompe, tel. +33 (1) 4405-0808. Nova pizzaria vizinha do Giulio. Não vá sem reservas.
Les Débats: 6, Place Victor Hugo, tel. +33 (1) 4501-2222. Restaurante de cozinha tradicional, tem terraço e dois andares. Fica na “Prestigieuse” Place Victor Hugo, como é conhecida a praça pelos moradores. Reserve para almoço e jantar.
Le Petit Retro: 5, Rue Mesnil, tel. +33 (1) 4405-0605. Autêntico bistrô parisiense, tem décor típico do começo de 1900. Aprecie o teto e os muros com motivos florais, espelhos e a máquina de café da época, ainda em funcionamento. Incrível! Cozinha clássica com preço bom. Fecha sábado e domingo. Faça reservas.
Brasserie Le Stella: 133, Avenue Victor Hugo, tel. +33 (1) 5690- 5600. Uma brasserie chique que data dos anos 50, conhecida pelos pratos de ostras frescas.
Brasserie Le Scossa: 8, Place Victor Hugo. Tel. +33 (1) 4501-7367. Típica brasserie de bairro, com décor de 1930. O proprietário vai pessoalmente ao mercado à cata dos produtos mais frescos.
Les Tablettes Jean-Louis Nomicos: 16, Av. Bugeaud, tel. +33 (1) 5628-1616. O restaurante gastronômico de Jean-Louis Nomicos, ex-chef do famoso La Lasserre e cuja carreira inclui a cozinha de Alain Ducasse. Décor por Anne-Cécil Comar.

Onde dormir no 16ème? Sezz Paris, um hotel-boutique da Design Hotels. Suítes têm vista para a Torre Eiffel e há um bar de champanhe Veuve Clicquot.
Sezz Paris Design Hotels

Nobu em Paris

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neste inverno na capital francesa, o celebrity-chef japonês Nobu Matsuhisa e seu time estão no comando dos jantares do restaurante La Cuisine, no hotel Royal Monceau. Todas as noites, até 31 de dezembro, é possível escolher entre as criações contemporâneas do mestre-cuca no menu ou experimentar o ‘Omakase’ – tradicional degustação (a 150 euros por pessoa). De salada de atum a bacalhau negro com miso e yuzu e a sobremesa Whisky Capuccino, sete pratos irão à mesa. Para acompanhar, uma ótima seleção de saquês servidos quente e frio. Em celebração ao restaurante “pop-up” de Nobu por lá, o bar do Royal Monceau lançou um cardápio de coquetéis inspirados na Ásia, incluindo o Matsuhisa Martini!  Reservas pelo tel. +33 (1) 4299-9880.